Polícia

Munição de 'guerra' foi utilizada em explosão a carro-forte na Paraíba, diz polícia

Um tiro da arma utilizada perfura 3.500 folhas de papel com facilidade.

Publicado em 20/03/2018 12:38 Atualizado em 26/11/2020 12:39
logo
Por Redação Portal T5
Munição de 'guerra' foi utilizada em explosão a carro-forte na Paraíba, diz polícia

Segundo peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC) munições de ponto 50 (foto) foram utilizadas.
Segundo peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC) munições de ponto 50 (foto) foram utilizadas. Imagem: Reprodução / EPTV

De

acordo com a Polícia Militar da Paraíba (PM-PB) bandidos utilizaram munição com grande poder de destruição no ataque ao carro-forte que aconteceu no Km 42 da BR-230, sentido Campina Grande - João Pessoa. A ação criminosa aconteceu na

noite desta

segunda-feira (19) e deixou dois vigilantes feridos.

Gesseiro cultivava plantação de maconha no quintal de casa, diz PM

Em entrevista ao programaTambaú da Gente, da TV Tambaú, o perito Robson Felix, do Instituto de Polícia Científica (IPC), munições de

ponto 50 foram utilizadas. Para ter uma noção do estrago provocado

por esse tipo de projetil, 3.500 folhas de papel são facilmente

perfuradas com um único disparo. Isso corresponde a espessura de 7

pacotes fechados com 500 folhas cada, diz um estudo do Tec Mundo.

Nova lei determina informações de segurança em equipamentos de motoboys, na PB

A ação

Os bandidos atiraram no motor do carro e os vigilantes saíram correndo, depois disso, os explosivos foram instalados dentro do veículo.

O assalto

No

momento da abordagem quatro seguranças estavam dentro do veículo. Um

dos tiros perfurou a blindagem do carro-forte e atingiu um vigilante.

O homem teve fratura exposta, mas, passa bem. 

Investigações

Cerca de 1h após o crime, a PM encontrou um veículo que supostamente poderia ter sido utilizado pelos bandidos. Estojos de fuzis e de metralhadora ponto 50 - que é utilizada em guerra, tendo o poder de derrubar aviões -  estavam no carro. Uma estrutura de apoio também foi identificada, e, supostamente ela serviu para apoiar a metralhadora.

Até o fechamento desta matéria nenhum suspeito pelo crime foi detido.

A explosão destruiu o carro-forte.
A explosão destruiu o carro-forte. Imagem: Reprodução / TV Tambaú
icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play