Paraíba

Mulher suspeita de matar companheira a facadas na Paraíba já tinha um mandado de prisão por homicídio

A mulher será autuada por feminicídio e dupla tentativa de homicídio. Além disso, ela já tinha um mandado de prisão em aberto por um homicídio em 2014 no Rio Grande do Norte

Publicado em 22/03/2021 17:35 Atualizado em 22/03/2021 18:31
logo
Por Redação Portal T5
Mulher suspeita de matar companheira a facadas na Paraíba já tinha um mandado de prisão por homicídio

A mulher suspeita de assassinar a companheira a facadas em João Pessoa foi presa nesta segunda-feira (22) em uma pousada em Campina Grande. De acordo com a perícia, a vítima foi morta com mais de 90 facadas pelo corpo. O crime aconteceu no último sábado (20) no bairro de Gramame. A suspeita foi encaminhada para a Central de Polícia na Capital paraibana.

Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda (22), a delegada Vanderleia Gadi revelou que todos os documentos da vítima foram levados pela companheira, mulher suspeita do crime, no momento da fuga.

Com ela, foram encontrados CPF, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), cartões bancários e o cartão do Bolsa Família da vítima, além de uma quantia em dinheiro e celulares.

Em entrevista, Vanderleia Gadi, disse que uma coisa que chamou a atenção da Polícia foi "o fato de que havia no local uma mãe desesperada por não só ter perdido a filha, mas também por ter ouvido os gritos de socorro, desesperados, que vinham de dentro do quarto do casal".

Emocionada, a delegada acrescentou que o sobrinho da vítima, uma criança de 7 anos, tentou explicar o que ouviu no momento do crime a chamando de "tia".

Ainda de acordo com a delegada, a mulher será autuada por feminicídio e dupla tentativa de homicídio, já que a suspeita dopou a sogra e um sobrinho da vítima.

De acordo com informações da Polícia, a suspeita já tinha um mandado de prisão em aberto por um homicídio em 2014 no estado do Rio Grande do Norte.

Sobre o caso:

Uma moradora do prédio onde o crime aconteceu, informou que por volta das 5h da manhã, a mãe da mulher esfaqueada começou a gritar pedindo socorro para a filha. Em seguida, os moradores acionaram a Polícia Militar e socorreram a mãe e o sobrinho da vítima, de 7 anos.

Ainda segundo informações, a idosa e a criança foram dopados com veneno misturado no café e no suco. Os dois foram socorridos pelo Samu e levados para o hospital. De acordo com o enfermeiro que fez o atendimento, eles apresentavam sinais de envenenamento.

A suspeita do crime havia fugido em seguida.


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar