Paraíba

MPPB nega operação contra Ricardo e ex-gestor deve processar quem espalhou ‘boato’

Ele esteve em um evento do Governo do Estado pela manhã, no Espaço Cultural

Publicado em 19/03/2019 12:25 Atualizado em 18/11/2020 22:57
logo
Por Redação Portal T5
MPPB nega operação contra Ricardo e ex-gestor deve processar quem espalhou ‘boato’

Assessoria de Ricardo prometeu abrir processo contra quem espalhou boato
Assessoria de Ricardo prometeu abrir processo contra quem espalhou boato Imagem: Reprodução/Brasil 247

Uma notícia compartilhada por parte da imprensa paraibana na

manhã desta terça-feira (19) informou sobre uma possível operação

do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do

Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra Ricardo Coutinho, em

João Pessoa.

A ação cumpriria um mandado de busca e apreensão tanto na casa

do ex-governador quanto no apartamento do secretário de Planejamento

do Estado, Waldson Sousa, e seria um desdobramento da Operação

Calvário, que já efetuou a prisão da agora ex-secretária de

Administração do Estado, Livânia Farias.

Lei institui 'Semana Maria da Penha' escolas estaduais da Paraíba

Bolsonaro nega relação com milícias em entrevista à emissora americana

No entanto, a própria assessoria do MPPB negou que esteja

acontecendo qualquer operação nesta terça-feira. Além disso, uma

equipe da TV Tambaú esteve no condomínio onde mora o ex-gestor, no

bairro de Quadramares, e constatou que, de fato, tudo não passava de

um boato.

A consultoria jurídica de Ricardo Coutinho também se pronunciou

sobre o assunto, e informou que vai abrir uma representação

criminal contra quem propagou o boato.

Ricardo Coutinho, inclusive, esteve pela manhã em uma solenidade

que marcou o lançamento do Programa Paraíba Rural Sustentável, no

Espaço Cultural. Na abertura do evento, ele disse que muitos “sentem

inveja” do que o Governo do Estado vem construindo nos últimos

anos.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play