Brasil

Michelle Bolsonaro se vacina nos EUA e autoridades veem "desprezo ao SUS"

Em entrevista, o chefe do executivo revelou que a primeira dama se vacinou quando esteve nos EUA

Publicado em 24/09/2021 14:17
logo
Por Carlos Rocha
Michelle Bolsonaro se vacina nos EUA e autoridades veem "desprezo ao SUS"

Michelle Bolsonaro se vacina nos EUA e autoridades veem "desprezo ao SUS" (Foto: Reprodução)

Em entrevista à revista VEJA, o presidente Jair Bolsonaro revelou que a primeira dama, Michelle Bolsonaro, se vacinou contra a covid-19 nos Estados Unidos, durante a última viagem da comitiva do Brasil para a Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

A revelação na reportagem, publicada nesta sexta-feira (24), levantou o debate sobre a valorização do Sistema Único de Saúde (SUS), que oferece gratuitamente a mesma vacina aplicada no país norte-americano.

Para políticos e infectologistas, a opção da primeira-dama de se vacinar nos Estados Unidos, e não no Brasil, é um "absurdo" e um "desprezo" ao SUS e ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). 

"Tomar vacina é uma decisão pessoal. Minha mulher, por exemplo, decidiu tomar nos Estados Unidos. Eu não tomei", disse o presidente.

De acordo com o calendário de imunização de Brasília, onde a primeira dama mora, a vacinação para sua faixa etária, que é 39 anos, está aberta desde o dia 23 de julho.

Se manifestaram sobre o caso, integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), Randolfe Rodrigues (REDE-AP) e profissionais da área de infectologia.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play