Polícia

Justiça nega prisão domiciliar a suspeito de encomendar morte de sogro em JP

O empresário paraibano Arnóbio Ferreira Nunes foi morto no dia 24 de novembro de 2017, no bairro de Manaíra.

Publicado em 21/06/2018 07:37 Atualizado em 26/11/2020 09:17
logo
Por Redação Portal T5
Justiça nega prisão domiciliar a suspeito de encomendar morte de sogro em JP

Reprodução/ TV Tambaú

Foi negado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) o pedido de prisão domiciliar ao homem suspeito de encomendar a morte do sogro, o empresário paraibano Arnóbio Ferreira Nunes. Cícero Antônio da Cruz Almeida foi preso no dia 7 de junho em João Pessoa.

A defesa alegou que Cícero enfrenta um quadro pós-operatório de cirurgia bariátrica, necessitando de todo acompanhamento médico-nutricional e multidisciplinar, com observância de rigidez de horários, de suplementações alimentares e utilização de remédios

O crime ocorreu no dia 24 de novembro de 2017, no bairro de Manaíra.

O caso – Arnóbio Ferreira Nunes tinha 77 anos e era engenheiro e sócio de uma construtora. Conforme investigações policiais, a suspeita é de que o homicídio tenha sido encomendado pelo seu genro, no valor de R$ 120 mil. A prisão do suspeito fez parte da fase Epílogo da Operação Expurgo.

Veja mais:

+ Assassinato de empresário paraibano foi tramado por genro, diz polícia

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play