Brasil

Idosa se apresenta como ganhadora do 'prêmio esquecido' da Mega

A mulher diz que sofre com epilepsia, confusão mental e lapsos de memória. Segundo o Procon, Caixa deveria ter procurado o vencedor

Publicado em 23/04/2021 15:57 Atualizado em 23/04/2021 16:06
logo
Por Redação Portal T5
Idosa se apresenta como ganhadora do 'prêmio esquecido' da Mega

(Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Uma idosa, de mais de 65 anos, se apresentou à Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo como uma das vencedoras do prêmio da Mega da Virada. O prêmio, que teve duas apostas ganhadoras, foi esquecido por um dos vencedores. Segundo o Procon, o bilhete vai passar por uma perícia.

De acordo com a Caixa Econômica, a mulher teve 90 dias para reinvidicar o valor, de mais de R$ 162 milhões.

Conforme informações do Procon-SP, a idosa procurou o órgão 10 dias depois que o prazo para retirar o valor teria vencido, em 31 de março. Ela disse que foi em uma agência da Caixa ainda no final do prazo, mas não levou o bilhete e foi mandada de volta para casa.

A justificativa da idosa para o atraso em retirar o prêmio foi de que ela sofre com epilepsia, lapsos de memória e confusão mental.

Para o Proncon, a Caixa Econômica tinha a obrigação de procurar o vencendor.

"A interpretação do Procon é clara: se há possibilidade de localização pelo cadastro eletrônico sobre quem é o apostador, a Caixa deve tentar procurar, comprovar que foi atrás, que não localizou, e, somente a partir deste momento, aguardar 90 dias, que seria o prazo decadencial. Mesmo assim, esse prazo não impede que a pessoa entre na Justiça no prazo de 5 anos e peça judicialmente o prêmio que lhe pertence", disse Fernando Capez, diretor executivo do Procon.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play