Concursos e Empregos

“História e Rede Pública de Ensino” é tema de debate no podcast 'Sala dos Professores'

Para educador do ensino fundamental II, deficiência na leitura atrapalha o entendimento da disciplina

Publicado em 13/09/2021 14:07 Atualizado em 13/09/2021 14:13
logo
Por Agência Educa Mais Brasil
Ensino da História nas escolas deve dar mais atenção aos fatos locais.

Ensino da História nas escolas deve dar mais atenção aos fatos locais. (Foto: Agência Educa Mais Brasil)

Os recentes acontecimentos no Brasil e no mundo como a pandemia, o conflito no Afeganistão e a inflação que assola o território nacional, estarão na memória das pessoas e nos livros de História daqui em diante. Mas será um desafio repassar os atuais acontecimentos para os mais jovens, em que a deficiência na interpretação de leitura e dados pode comprometer a compreensão dos fatos e a concepção de uma visão analítica. Para o professor Matheus Buente, o ensino da História nas escolas deve dar mais atenção aos fatos locais, que geram identificação e valorizam a região em que o estudante vive. Matheus leciona a disciplina de História para turmas do 6º ao 9º ano da rede pública de educação e avalia que o ensino da sua matéria enfrenta problemas parecidos com os de Língua Portuguesa. “Nossa deficiência na formação de leitores e escritores afeta diretamente a aprendizagem de hoje, uma vez que a leitura e interpretação são partes fundamentais do processo”, justifica o educador.

Em paralelo à atividade nas salas de aula, Matheus é comediante acostumado a contar piadas há sete anos nos palcos, mas há assuntos que ele não vê graça. “Creio que o maior desafio, enquanto professor, seja combater a naturalização do fascismo que ocorre hoje em dia. Muito provavelmente esse não será um desafio para a minha geração de historiadores mas, sim, para a próxima, que terá um distanciamento maior do momento histórico, o que costuma colaborar bastante para uma análise do ocorrido. Serão páginas tristes nos livros”, opina.

Essa abordagem é apenas um dos temas que serão debatidos pelo professor Matheus Buente no podcast Sala dos Professores, que terá como tema "História e Rede Pública de Ensino". O bate-papo será transmitido ao vivo no YouTube, nessa segunda-feira (13), às 16h. Posteriormente o conteúdo é disponibilizado no Spotify. Organizado e apresentado pela professora de redação Carol Silveira, em parceria com o Educa Mais Brasil, o podcast foi criado para ser uma representação virtual da sala dos professores, local de diálogo entre os docentes e troca de experiência. De forma leve e descontraída, professores de todo o país interagem com os participantes que se apresentam na Sala dos Professores.

“Por mais que a gente tenha questões em comum, como a precariedade e desvalorização, a gente tem indivíduos com trajetórias muito pessoais e únicas. Então, quanto mais a gente conhece outras realidades de professores no Brasil, mais a gente conhece sobre educação porque é o professor que faz essa educação acontecer, argumenta a professora Carol Silveira.

Apresentado semanalmente, toda segunda-feira, agora em novo horário, às 16h, o podcast já contou com a participação de Alan Miranda, que é ator e diretor, falando sobre humor e educação; da professora Luísa Menezes, falando sobre a pressão estética que as professoras sofrem em sala de aula; do professor Daniel Pinheiro, que é especialista em formação de professores no âmbito tecnológico, falando sobre desafios nesse período de pandemia, de aula on-line; do psicólogo Davi Ferreira, abordando a saúde mental dos professores, dentre outros convidados.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play