Paraíba

Fiscalização flagra irregularidades em 30 ônibus de João Pessoa

O Procon-JP apura denúncias de superlotação e falta de higiene no transporte coletivo da capital

Publicado em 03/03/2021 21:15
logo
Por Carlos Rocha
Fiscalização flagra irregularidades em 30 ônibus de João Pessoa

Uma das maiores reclamações dos consumidores nesses tempos de pandemia em João Pessoa foi alvo de fiscalização no final da tarde e início da noite desta quarta-feira (3), em João Pessoa. Denúncias sobre os ônibus públicos em relação à superlotação falta de higienização foram fiscalizadas pelo Procon-JP.  As reclamações são bastante recorrentes, principalmente sobre a superlotação, o que preocupa os usuários por conta da pandemia de Covid-19.

Rougger Guerra falou um pouco sobre os pontos observados na fiscalização: "Estamos dando continuidade à maratona de fiscalizações realizadas pelo Procon nos mais diversos setores da economia paraibana. Nossa observância é garantir a segurança e saúde dos consumidores, então nós observamos nos ônibus se eles estão cumprindo os protocolos de segurança de higienização de sinalização determinados pelas autoridades competentes. Verificamos o distanciamento entre os entre os passageiros, o número de passageiros em pé, proteção física entre os motoristas e cobradores, dispenser de álcool e gel em todos os protocolos de segurança para garantir uma viagem segura aos consumidores".

Guerra falou ainda sobre as consequências que podem cair sobre as empresas que não obedeceram as determinações do decreto.

"Encontramos, basicamente, as mesmas irregularidades encontradas na última fiscalização. É notório que a quantidade de aglomeração reduziu um pouco, mas ela ainda está bastante presente nos horários de maior movimento. Nós começamos a fiscalização hoje às 5 horas da tarde e ela perdurou até às 6:30, a fim de verificar exatamente isso, a atenção ao cumprimento dos protocolos. Na Lagoa e em pontos da capital nós encontramos irregularidades em cerca de 30 veículos. Dependendo da quantidade de veículos por empresa que apresentam essas irregularidad,e nós mensuramos a multa que começa no valor mínimo de R$ 7,2 mil e pode ir até valores muito maiores. Estamos punindo as empresas que não estão cumprindo o que determina o decreto. O momento é de muita cautela e segurança porque a questão da pandemia está se agravando na nossa capital.

O secretário falou sobre uma tentativa de alguns ônibus em burlar a fiscalização.

"Nós verificamos que alguns funcionários, alguns pressupostos das empresas de ônibus, estavam antecipando a parada cerca de 200 metros antes do ponto de fiscalização para pedir que os consumidores descessem de seus veículos para evitar nossa fiscalização. Isso será observado, foi filmado e será exemplarmente punido", finalizou.

Leia também:

Polícia apreende armas de fabricação caseira em comunidade de João Pessoa

Covid: Paraíba recebe mais de R$ 329 milhões do Ministério da Saúde

BBB 21 | 'Tô de olho no cuscuz', comenta Fábio Jr. após pedido de Juliette

BBB 21 | Entenda a briga entre Juliette e Fiuk por causa de cuscuz

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play