Paraíba

Fábio Rocha chama de 'aberração' dificuldade para vacinar trabalhadores da educação

O secretário afirmou ter “consciência que baseados na ciência estamos fazendo o correto”.

Publicado em 14/05/2021 07:57 Atualizado em 14/05/2021 08:23
logo
Por Redação Portal T5
Fábio Rocha, secretário de Saúde de João Pessoa

Fábio Rocha, secretário de Saúde de João Pessoa (Imagem: Reprodução)

Fábio Rocha, secretário da Saúde de João Pessoa comentou sobre a articulação dos Ministério Público Federal (MPF) e do estado da Paraíba (MPPB) que ingressaram com uma ação na Justiça Federal com o objetivo de evitar que profissionais da educação se imunizem contra a Covid-19 neste fim de semana – como foi anunciado pela Saúde do município.

As instituições pedem que seja proibida a vacinação dos grupos que não constem no Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde.

Questionado sobre como fica a questão da vacinação após sinalização, Fábio disse que recebe com muita tranquilidade, mas que não deve haver nenhuma ‘aberração’ que dificuldade a aplicação das doses.

“Soube dessa tentativa de liminar ontem a noite. Quando a gente diz uma coisa e outro diz outra nada melhor que a justiça pra resolver. Temos consciência que baseados na ciência estamos fazendo o correto. Estou obedecendo rigorosamente o entendimento da ciência e da medicina, o PNI, e vamos sim vacinar no domingo se chegar vacina, se não forem bloqueadas por alguma aberração que não é possível acontecer isso”, afirmou.

O secretário ainda disse que a prefeitura utilizará os métodos disponíveis para responder a questão. “Mas, respeito a decisão, a tentativa. Nós temos nossa procuradoria pra responder. Da parte médica eu assumo e a parte jurídica aí não é comigo”, finalizou.

Leia mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play