Esportes

Ex-goleiro Bruno diz que “pressão midiática” acelerou sua aposentadoria

"O futebol mudou muito. Hoje eles olham para essa questão de imagem", disse.

Publicado em 13/07/2021 08:55 Atualizado em 13/07/2021 09:07
logo
Por Redação Portal T5
Goleiro Bruno, ex-Flamengo

Goleiro Bruno, ex-Flamengo (Imagem: Reprodução / Youtube)

Acusado e julgado culpado pela morte da modelo Eliza Samúdio, com quem teve um filho, o ex-goleiro Bruno afirmou que a “pressão midiática” acelerou sua aposentadoria. Segundo conteúdo publicado pelo Extra, o ex-atleta de clubes como Flamengo disse que tinha e tem “lenha para queimar ainda”. As declarações foram dadas ao canal "Nação Urubu 81".

“Teria condições para continuar jogando, meu preparo físico é bom. Eu tinha a intenção, depois de ter enfrentado a situação que todo mundo já conhece, de dar a volta por cima, de mostrar que todo ser humano é capaz de recomeçar, o ser humano é maior que seu próprio erro. Eu tinha, sim, a vontade de continuar no futebol, até porque é um sonho de criança, que foi realizado. E infelizmente não consegui. Deixei isso em terceiro ou quarto plano por causa da pressão midiática. Onde eu saio, aonde eu vou, eu arrasto multidões. Sou abraçado, acolhido, principalmente no Rio de Janeiro. Então, o que mais pegam no meu pé é a questão midiática", afirmou.

Agora, ele vive de operações no mercado financeiro. "O futebol mudou muito. Hoje eles olham para essa questão de imagem, o jogador bad boy não é enxergado como era antigamente, o futebol mudou muita coisa nesse sentido”, completou.

Confira


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play