Brasil

Estudiosos descobrem anfíbio que fica 'vermelho de raiva'

​No ano passado, um grupo de pesquisadores visitou a Estação Biológica de Santa Lúcia, no Espírito Santo

Publicado em 10/11/2020 08:55 Atualizado em 12/12/2020 04:21
logo
Por Redação Portal T5
Estudiosos descobrem anfíbio que fica 'vermelho de raiva'

Pesquisadores capixabas descobriram que o anfíbio pererequinha-das-folhagens (Phasmahyla exilis) é capaz de mudar da tonalidade verde para a vermelha em um intervalo de tempo menor que dois minutos. 

No ano passado, um grupo de pesquisadores visitou a Estação Biológica de Santa Lúcia, no Espírito Santo. O local, que é preservado de Mata Atlântica, é adequado para que répteis e anfíbios sejam observados. 

De acordo com Leticia Watanabe, de 23 anos, encontrar a especial foi algo especial. “Ouvimos uma vocalização diferente e começamos a procurar por algum anfíbio. Todo mundo ficou super animado e encantado quando encontramos juvenis da pererequinha em cima das folhas. Essa é uma espécie bem rara de ser vista”, disse ao G1.

"Todas as vezes que manuseávamos os animais eles mudavam de cor de maneira muito rápida. Sabemos que a interação, por mais cuidadosa que seja, gera um estresse no bicho, então parecia que eles ficavam 'vermelhos de raiva' e resolvemos estudar mais a fundo o comportamento”, conta a estudante.

O herpetólogo Alexander Mônico, responsável pelo grupo de pesquisadores, explicou: "Chegamos à conclusão que esses animais mudam de cor para parecerem venenosos e se protegerem de possíveis predadores. Ou seja, é um comportamento antipredatório. É uma pesquisa e uma descrição inédita", disse.

Leia também:

Coronavac tem estudos interrompidos no Brasil após "evento adverso grave"

Bandidos explodem banco durante a madrugada na Paraíba

Rogério Ceni é o novo técnico do Flamengo, diz apresentador

Presidente do Peru é destituído do cargo

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play