Paraíba

Estudantes realizam ato contra a nomeação do reitor menos votado na UFPB

É a 11ª intervenção na escolha do reitor pelo presidente Jair Bolsonaro em menos de dois anos.

Publicado em 05/11/2020 14:49 Atualizado em 12/12/2020 05:01
logo
Por Redação Portal T5
Estudantes realizam ato contra a nomeação do reitor menos votado na UFPB

A nomeação do candidato menos votado, Valdiney Veloso, como reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) pelo presidente Jair Bolsonaro gerou revolta na comunidade acadêmica e um ato foi marcado por estudantes em frente a reitoria será realizado a partir das 16h nesta quinta-feira (5).

O candidato estava na chapa que obteve apenas 5% dos votos, sendo a menos votada pela comunidade acadêmica. Essa é a 11ª intervenção do presidente em nomeações de reitores desde que foi assumiu a presidência.

"Além de ferir a autonomia universitária, um reitor não eleito pela comunidade gera uma instabilidade e desarmonia na instituição, o que prejudica o desempenho e atuação dela", observa Iago Montalvão, presidente da UNE.

Desde a redemocratização do país, apenas em 1998, o então presidente Fernando Henrique Cardoso, nomeou o terceiro colocado da lista tríplice, José Henrique Vilhena de Paiva, como reitor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o que causou quatro anos de turbulência na direção da universidade, portanto o respeito ao nome votado era uma prática comum, até 2018.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play