Brasil

Escola de tecnologia lança desafio para jovens apresentarem projetos que resolvam problemas cotidianos

CodeBuddy convida crianças e adolescentes de todo o país a participar do Desafio “Change the World”, mostrando games, apps, sites ou protótipos, de autoria própria, sobre temas de impacto social.

Publicado em 23/09/2020 13:22 Atualizado em 18/11/2020 09:57
logo
Por Redação Portal T5
 Escola de tecnologia lança desafio para jovens apresentarem projetos que resolvam problemas cotidianos

Os vencedores desta nova edição serão anunciados em 20 de outubro
Os vencedores desta nova edição serão anunciados em 20 de outubro Imagem: Reprodução / Internet

A rede de escolas de tecnologia codeBuddy, instituição brasileira reconhecida com selo do DQ Institute por adotar os parâmetros globais para desenvolvimento de inteligência digital, abre inscrições para a segunda edição do Desafio “Change The World”. Jovens de 7 a 17 anos de todo o país vão poder apresentar soluções para problemas reais do cotidiano por meio de jogos digitais, aplicativos, sites ou protótipos. Os projetos precisam abordar áreas que impactam toda a sociedade, como: meio ambiente, saúde, educação, negócios, energia limpa, consciência social e qualidade de vida.

As inscrições são pelo site www.codebuddy.com.br e devem ser feitas de 21 de setembro a 9 de outubro. Serão três vencedores, um para cada categoria: 7 a 9 anos, 10 a 12 anos e 13 a 17 anos. Como prêmio, além do reconhecimento por suas criações, os escolhidos vão ganhar um Amazon Echo Dot (alto-falante sem fio com comando de voz) e bolsa de estudos integral de um ano na codeBuddy com material didático incluso.

“No primeiro ano dessa iniciativa, conseguimos dar visibilidade a três projetos que envolveram causas importantes e mostraram que é possível começar desde cedo a usar a tecnologia de forma criativa, consciente e produtiva. Queremos expandir esse movimento, dando destaque aos jovens que estão fazendo um uso positivo das tecnologias e enxergando os universos de possibilidades que elas apresentam”, afirma Cristina Cadore, Diretora de Mercado da Spot Educação, que é a holding de ensino complementar que engloba a codeBuddy.

Um jogo para alertar sobre o risco de extinção de uma espécie nativa de saguis, feito por Nathan Viegas, do Rio de Janeiro; uma bengala com sensor para auxiliar pessoas com deficiência visual, criada por Felipe Rodrigues, de Santa Catarina; e um aplicativo que reúne informações sobre obesidade infantil, assinado por Raissa Lauar, de Minas Gerais, foram os premiados de 2019. Os três inventores ganharam passagens e ingressos para um dos maiores eventos de games do Brasil, com direito a acompanhante.

Os vencedores desta nova edição serão anunciados em 20 de outubro em todos os canais da rede de escolas, que vai realizar ainda uma série de conversas – entre talentos descobertos e influenciadores de tecnologia – para inspirar outros jovens ao longo do período de inscrições. Todo o regulamento e mais informações estão disponíveis no site.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play