Política

Em discurso de vitória, Doria chama Lula e Bolsonaro para embate

Governador paulista foi o escolhido do PSDB e disputará Presidência em 2022

Publicado em 28/11/2021 16:28 Atualizado em 28/11/2021 16:51
logo
Por SBT News
Em discurso de vitória, Doria chama Lula e Bolsonaro para embate

(Foto: PSDB/Divulgação)

Ao ser anunciado pelo PSDB como pré-candidato à Presidência, o governador de São Paulo, João Doria, chamou Lula e Bolsonaro para o embate. Em discurso nesse sábado (27), o tucano disse que cobrará explicações do petista e subiu o tom contra Bolsonaro.

"Os governos Lula e Dilma representam a captura do estado. Lula se prepare nos debates, porque vou isso de você e daqueles que, como você, roubam o dinheiro público no Brasil. Não serei complacente nos debates", declarou. 
 
Em seguida, Doria criticou a política econômica do governo Bolsonaro e disse que o presidente não cumpriu com o que prometeu enquanto candidato ao Planalto.

"Jair Bolsonaro vendeu um sonho e entregou um pesadelo. Ficamos presos numa armadilha, um círculo danoso à vida do país. O Brasil não cresce", disse.

Doria sinalizou os motes que terá em campanha, com referência aos dois adversários: combate à corrupção e respeito às liberdades. O tucano disse que irá lutar por concessões em infraestrutura, e por mais apoio em setores econômicos. "Vamos reconstruir o Brasil". 

Disputa no PSDB

No início do discurso, Doria também pregou a união do partido citando governos estaduais, como o dele, o do Rio Grande do Sul e de Eduardo Leite - que também concorreu para ser o representante da sigla ao Planalto. O resultado veio após uma série de dificuldades enfrentadas pelo PSDB para computar os votos do partido. Há suspeita de que o aplicativo usado pelos tucanos tenha sido alvo de ataques hackers. A instabilidade no sistema fez com que a votação, prevista para a última semana, fosse adiada para esta.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play