Paraíba

Detento comandava crimes pelo celular, de dentro de presídio, diz polícia

Operação da Polícia Civil desmontou organização criminosa que atuava em João Pessoa

Publicado em 13/05/2021 06:43
logo
Por Redação Portal T5
Ordens judiciais são cumpridas na capital paraibana e no município de Pilar

Ordens judiciais são cumpridas na capital paraibana e no município de Pilar (Foto: Reprodução/TV Tambaú)

O suspeito de liderar assaltos para o financiamento do tráfico de drogas comandava os crimes de dentro de um presídio de João Pessoa, segundo a Polícia Civil. Um operação realizada na manhã desta quinta-feira (13), cumpre mais de 40 ordens judiciais contra integrantes da organização criminosa, entre eles, servidores públicos, que facilitavam o acesso à aparelhos eletrônicos dentro da penitenciária. 

De acordo com o o delegado Allan Terruel, os homens praticavam crimes para financiar o tráfico de drogas na comunidade Torre de Babel, em João Pessoa. "Três prisões importantíssimas foram realizadas. Aqueles indivíduos que eram responsáveis pelos crimes de assalto foram detidos. Agora a gente aguardada até o fim das incursões para que a polícia encontre os demais suspeitos", disse.

Segundo o delegado, o líder da organização criminosa é conhecido por "Latrol" (referência a latrocínio: crimes caracterizados por assaltos seguidos de assassinatos), por isso, o mesmo nome foi dado à operação. O homem está detido na Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1, e pode ter recebido ajuda de servidores da instituição para o acesso à aparelhos de comunicação. 

Os suspeitos presos nesta quinta-feira serão encaminhados à Central de Polícia, onde ficarão custodiados à disposição da Justiça.

Conforme a polícia, são 16 mandados de prisão temporária e 28 de busca e apreensão cumpridos em João Pessoa e no município de Pilar. 

Veja mais detalhes sobre a operação


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play