Paraíba

Desembargador suspende vacinação para trabalhadores da educação em João Pessoa

A decisão é do desembargador Vladimir Souza Carvalho, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região

Publicado em 24/05/2021 22:30 Atualizado em 24/05/2021 22:41
logo
Por Carlos Rocha
Desembargador suspende vacinação para trabalhadores da educação em João Pessoa

Acatando um pedido do Ministério Público Federal, por intermedio da Procuradoria Regional da República em Recife, o desembargador Vladimir Souza Carvalho, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, determinou a suspensão da vacina contra a Covid-19 em trabalhadores da educação. A suspensão é até que pessoas privadas de liberdade e os funcionários dessas instituições sejam imunizadas.

“Penso que deve pairar em todo o território brasileiro uma uniformização de metas a declinar as pessoas a serem vacinadas, quer pela idade, quer pela profissão, quer pelas comorbidades, a partir do referido Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19″, diz o desembargador na decisão.

Os pedidos da Prefeitura de João Pessoa para a continuidade da vacinação foram indeferidos. A alegação da gestão municipal pessoense é que a imunização das pessoas privadas de liberdade seria de competência da Secretaria de Administração Penitenciária, pasta do Governo do Estado. A Prefeitura da capital deve recorrer da decisão.

Leia também:

Paraíba tem 955 pessoas internadas por Covid

Governo anuncia pagamento de salários de maio e 1ª parcela do 13º

Cozinheira de hamburgueria encontra cobra dentro de alface

Datena é condenado por chamar Xuxa de 'garota de programa'

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play