Esportes

Demissão do diretor da cerimônia de abertura das Olimpíadas foi causada por ‘piada’ sobre holocausto

Polêmica emerge a um dia da cerimônia de abertura.

Publicado em 22/07/2021 08:59 Atualizado em 22/07/2021 09:15
logo
Por Redação Portal T5
Jogos Olimpícos

Jogos Olimpícos (Imagem: Reprodução / Instagram)

Segundo a equipe que organiza a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, a demissão do diretor artístico da celebração, Kentaro Kobayashi, foi motivada em razão de uma piada feita com o Holocausto – genocídio em massa de seis milhões de judeus durante a segunda guerra mundial.

"Soubemos que, durante um espetáculo no passado, ele usou uma linguagem burlesca ao se referir a este trágico episódio", disse Seiko Hashimoto, chefe do comitê organizador local.

A retirada de cena ocorreu após um vídeo ser compartilhado nas redes sociais e gerar grande repercussão a menos de 24 horas para a abertura do evento. Vale lembrar que no começo do ano Hiroshi Sasaki, diretor artístico das cerimônias de abertura e encerramento, pediu demissão após a divulgação de comentários considerados gordofóbicos.

 


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play