Paraíba

Defesa de Fabiano Gomes solicita prisão domiciliar para o radialista

De acordo com o advogado Gustavo Botto, Fabiano sofre um quadro de depressão grave e tem tomado medicamentos.

Publicado em 13/09/2018 11:16
logo
Por Redação Portal T5
Defesa de Fabiano Gomes solicita prisão domiciliar para o radialista

Os advogados de defesa do radialista Fabiano Gomes convocaram

a imprensa para dar detalhes da rotina do comunicador, que está

preso na Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves

Abrantes, o PB1, desde o dia 22 de agosto de 2018. Ele é investigado

pelaOperação Xeque-Mate, da Polícia Federal, que apura esquema de

corrupção na administração pública de Cabedelo, no âmbito dos

poderes executivo e legislativo municipal. Fabiano Gomes foi detido

em agosto por ter descumprido uma das medidas cautelares.

“A intenção da coletiva é tratar da situação atual de Fabiano.

Questões de uma possível perseguição política não entram nesta

ocasião", ponderou.

De acordo com o advogado Gustavo Botto, Fabiano sofre um quadro de

depressão grave e tem tomado medicamentos. “Ele fica parte do

tempo dopado, mas não existiu tentativa de suicídio”, explicou na

coletiva de imprensa.

Entre os pedidos da defesa à justiça, está a internação

hospitalar, uma vez que ele tem diabetes desde os 17 anos e,

atualmente, apresenta feridas pelo corpo por conta da doença.

ACESSE AQUI O PEDIDO DA DEFESA

“Encaminhamos o pedido de prisão domiciliar ao Ministério Público

da Paraíba por conta da saúde dele. Dois habeas corpus tramitam, um

no STJ e outro no STF. Essas liminares foram negadas, mas os

processos continuam em tramitação e não tem a ver com a situação

de saúde do detido, são questão do processo mesmo”, acrescentou.

Com relação ao ataque ao PB1, ocorrido na madrugada de

segunda-feira (10), a defesa informou que o radialista está abalado.

“Fabiano está em um local individual e não houve banho de sol na

última semana por conta da proteção. Ele está bastante abalado e

o fato agravou bastante o estado de saúde. Naturalmente para uma

pessoa que já sofre de depressão, isso piora", disse.

A defesa do radialista também disse à imprensa que existe um

pedido de internamento em andamento, mas não há nenhum parecer da

justiça sobre isso. Fabiano Gomes está detido no PB1 há 22 dias.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play