Paraíba

CRM-PB questiona funcionamento do Trauminha e pede fiscalização da Vigilância Sanitária

Há​ alguns dias, o CRM-PB pediu a interdição do hospital por conta de irregularidades

Publicado em 09/09/2020 19:30 Atualizado em 18/11/2020 19:20
logo
Por Redação Portal T5
CRM-PB questiona funcionamento do Trauminha e pede fiscalização da Vigilância Sanitária

Foto: Divulgação / Ascom

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) voltou a questionar o Complexo Hospitalar de Mangabeira Tarcísio de Miranda Burity, o Trauminha. Há alguns dias, o CRM-PB pediu a interdição do hospital por conta de irregularidades, que podem prejudicar não só os profissionais mas também os pacientes.

Houve reforço do apelo para que a vigilância sanitária compareça ao hospital para uma fiscalização minuciosa. 

"Temos muita coisa que prova que a qualidade do atendimento do hospital é muito ruim. Não tem condições do povo ter a dignidade de ser atendido naquelas condições. Eu tenho absoluta certeza que a vigilância sanitária, se fizesse no trauminha o que está acostumado a fazer aprovaria a interdição ética que nós iriamos fazer", relatou um dos representantes do CRM-PB.

A Rede Tambaú de Comunicação (RTC) procurou a Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa mas não recebeu resposta.

Veja também: Suspeitos de tentativa de assalto a Correios são mortos no Conde

+ Ministério da Economia abre 350 vagas de trabalho com salários de até R$ 8.300

+ Após ser condenado pela morte de Eliza Samúdio, goleiro Bruno diz que dorme com a consciência tranquila

+ Homem é morto depois de tentar assassinar ex-companheira em Campina Grande

+ Auxílio Emergencial: confira datas das parcelas de R$ 300 para o Bolsa Família

+ Mulher grávida morre após ser espancada na PB; suspeito do crime é marido da vítima

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado!

Adicione o WhatsApp do Portal T5 e receba as notícias em seu celular: (83) 9 9142-9330.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play