Paraíba

Criança que era torturada pela mãe deixa hospital após mais de 30 dias

O menino estava internado desde o dia 10 de julho, quando foi socorrido com vários hematomas e em estado de desnutrição.

Publicado em 12/08/2019 12:51 Atualizado em 18/11/2020 13:32
logo
Por Redação Portal T5
Criança que era torturada pela mãe deixa hospital após mais de 30 dias

A criança de 7 anos que havia sido torturada pela mãe e pelo

padrasto, na cidade de Boqueirão, recebeu alta do Hospital de

Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes. O menino estava

internado desde o dia 10 de julho, quando foi socorrido com vários

hematomas e em estado de desnutrição. A mãe e o padrasto estão

presos.

+ Coren-PB divulga nota de repúdio após declaração do presidente Jair Bolsonaro

As investigações da polícia apontaram que a criança era agredida constantemente. “A mãe da criança a agredia constantemente, amarrando-a pelos pés, torturando-a psicologicamente, omitindo a alimentação devida e queimando a criança com uma vela. Ela a agredia com um fio nos testículos, mostrando claramente a sua intenção deliberada de tentar um mal maior que seria sua morte”, relatou o delegado Iasley Almeida. 

+ Mãe e filho são resgatados em meio a escombros de prédio que desabou no Rio de Janeiro

No dia que deu entrada no Trauma, a equipe médica constatou anemia e desnutrição na criança. O exame de corpo e delito comprovou que o menino era vítima de maus-tratos.

“Ela vinha sendo lesionada constantemente. Eram lesões praticadas por longos períodos. Algumas já estavam cicatrizadas. Não temo como estimar o tempo, mas era algo em torno de 60, 120 dias”, disse na época Márcio Leandro, diretor do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), de Campina Grande.

+ No Brasil, Walmart muda de nome e passa a se chamar BIG

Foi constatado também que o menino estava desnutrido. “Ela deu entrada no Trauma bastante debilitada, com quadro de anemia profunda, bem sugestiva de pouca ou até nenhuma alimentação. Havia lesões na região glútea, que sugere que a criança estava há um longo período de tempo imobilizada em um local. Foi evidenciado, realmente, que ela passava por maus-tratos”, contou.

+ Marinha faz alerta para mau tempo, ressaca e ventos fortes na Paraíba

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play