Brasil

Criança morre após contrair raiva transmitida por raposa no Maranhão

No ano passado uma idosa também morreu em decorrência da mesma doença na Paraíba

Publicado em 05/11/2021 14:42 Atualizado em 05/11/2021 14:49
logo
Por Carlos Rocha
Criança morre após contrair raiva transmitida por raposa no Maranhão

Criança morre após contrair raiva transmitida por raposa no Maranhão (Foto: Reprodução)

Uma criança de dois anos de idade morreu nesta quarta-feira (3) no povoado de Santa Rita, município de Chapadinha, interior do Maranhão, após contrair raiva. A suspeita é que o menino contraiu a doença ao ter contato com uma raposa no mês de agosto. Na época do ataque, os médicos que atenderam a criança não aplicaram a vacina antirrábica nele, procedimento padrão no início do tratamento para estes casos.

Após uma sucessão de idas e vindas ao hospital, Luís Samuel Almeida da Silva foi levado para São Luís, já com sintomas avançados da doença, no dia 23 de setembro, onde acabou falecendo. Segundo o secretário de saúde de Chapadinha, Richard Wilker, os médicos envolvidos foram afastados e estão sendo investigados por possível negligência.

Na Paraíba, um caso de raiva humana levou uma idosa de 68 anos à morte em julho de 2020. Ela contraiu a doença também após ser atacada por uma raposa. A mulher era da cidade de Riacho dos Cavalos e passou um período internada no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa.

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos, inclusive o homem, e é transmitida para os humanos pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, podendo ser transmitida também pela arranhadura ou lambedura desses animais. O vírus ataca o Sistema Nervoso Central.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play