Paraíba

Cresce o número de denúncias de casos de exploração do trabalho infantil na Paraíba

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o trabalho infantil priva crianças e adolescentes de uma infância normal.

Publicado em 27/07/2018 12:57 Atualizado em 26/11/2020 07:55
logo
Por Redação Portal T5
Cresce o número de denúncias de casos de exploração do trabalho infantil na Paraíba

"Os dados expressam uma situação muito grave", disse o procurador-chefe do MPT-PB. Imagem ilustrativa
"Os dados expressam uma situação muito grave", disse o procurador-chefe do MPT-PB. Imagem ilustrativa Foto: Reprodução / MA10

Através

de um levantamento realizado pelo Ministério Público do Trabalho na

Paraíba (MPT-PB), foi constatado que houve um aumento de 64% nos

casos de exploração do trabalho infantil em 2018, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Guilherme Marinho pode ter sido levado por alguém conhecido, afirma delegado

Segundo

Carlos Eduardo de Azevedo Lima, procurador-chefe do MPT-PB, as

estatísticas demonstram a gravidade de uma situação real. “Os

dados expressam uma situação muito grave, com ilicitudes que têm

sérias consequências na da sociedade em geral”, disse.

No

Brasil, tanto o trabalho infantil, como a exploração do mesmo é

proibida.

Jovens menores de 16

anos não

podem exercer algum tipo de atividade remunerada. 

Segundo

a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o

trabalho infantil é ilegal

e

priva crianças e adolescentes de uma infância normal, impedindo-os

não só de frequentar a escola e estudar normalmente, mas também de

desenvolver de maneira saudável todas as suas capacidades e

habilidades.

A Polícia Civil disponibiliza o disque 100 para que a sociedade

denuncie casos de exploração do trabalho infantil.

Leia mais: Autorizado concurso público da PRF com 500 vagas e salários de R$ 10 mil

Cinco brasileiros são suspeitos de colocar fogo em abrigo de venezuelanos

Na Paraíba, a cada três horas, um trabalhador sofre acidente de trabalho

+ Restos mortais de Guilherme devem ser enterrados no Agreste da Paraíba, diz família

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play