Geral

Covid-19: conheça três novos sintomas que merecem atenção

Indivíduos que sofrem de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, podem apresentar três sintomas que ainda não são oficialmente reconhecidos pelas as autoridades de saúde

Publicado em 07/07/2021 22:30
logo
Por Redação Portal T5
Covid-19: conheça três novos sintomas que merecem atenção

Covid-19: conheça três novos sintomas que merecem atenção (Foto: Reprodução)

Pesquisadores afirmam que é necessária a realização de uma "revisão clínica urgente" após estudos revelarem que sintomas como zumbido, vertigens e perda auditiva terem afetado um grande número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, reporta um artigo publicado no jornal britânico The Sun. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que os três principais sintomas da Covid-19 são uma tosse persistente nova, perda de paladar e olfato (anosmia) e temperatura elevada. É importante que se tiver algum desses sintomas, faça um teste e se isole - de forma a evitar que espalhe o vírus para os demais. 

Especialistas relataram anteriormente uma ligação entre perda auditiva e Covid-19, já que muitos pacientes com Covid longa sofriam de perda auditiva durante meses após a contração do vírus.

O zumbido é geralmente causado por uma lesão no ouvido, perda auditiva associada à idade ou por uma condição de saúde subjacente.

Especialistas da Anglia Ruskin University (ARU), juntamente com a British Tinnitus e American Tinnitus Association já haviam detectado anteriormente que 40% das pessoas que apresentam sintomas de Covid-19 também estavam sentindo uma piora do zumbido.

Agora, especialistas da Universidade de Manchester dizem que há uma forte associação entre Covid-19, perda auditiva e uma perda de equilíbrio.

Os investigadores reviram 56 estudos que revelaram que 7,6% das pessoas sofriam de perda auditiva, 14,8% tinham zumbido e 7,2% tinham vertigens.

De acordo com os acadêmicos, embora ainda não tenha sido provado uma ligação de causalidade a estes três sintomas - já se sabe que outros vírus graves têm a capacidade de danificar a audição.

Os dados apurados surgem após o estudo de um ano sobre os efeitos na audição de pacientes haviam sido hospitalizados com Covid.

Leia também:

Internet se torna aliada de estudantes da geração Z

Em nota, Funjope lamenta morte do jornalista Walter Galvão

João Pessoa aplica 2ª dose e vacina grávidas e puérperas nesta quinta (8)

Covid: Paraíba tem menos de 50% dos leitos de UTI ocupados

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play