Brasil

Covaxin: PGR pede abertura de inquérito para investigar Bolsonaro

O inquérito só foi aberto, contudo, nessa quarta-feira (30), após o caso estourar.

Publicado em 02/07/2021 11:30 Atualizado em 02/07/2021 11:35
logo
Por Redação Portal T5
Covaxin: PGR pede abertura de inquérito para investigar Bolsonaro

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se posicionou a favor da abertura de inquérito para investigar se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu crime de prevaricação ao ser avisado sobre potenciais irregularidades durante as negociações da vacina indiana Covaxin. A informação veio a público nesta sexta-feira (2),

Segundo o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), Bolsonaro foi avisado sobre as suspeitas de contrato superfaturado e teria prometido mandar o caso para a Polícia Federal (PF).

O inquérito só foi aberto, contudo, nessa quarta-feira (30/6), após o caso estourar.

“A despeito da dúvida acerca da titularidade do dever descrito pelo tipo penal do crime de prevaricação e da ausência de indícios que possam preencher o respectivo elemento subjetivo específico, isto é, a satisfação de interesses ou sentimentos próprios dos apontados autores do fato , cumpre que se esclareça o que foi feito após o referido encontro em termos de adoção de providências”, assinalou o vice-PGR, Humberto Jacques de Medeiros.

A manifestação foi enviada à ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, no âmbito da petição 9.760.

A PGR propõe solicitar informações à Controladoria-Geral da União (CGU), ao Tribunal de Contas da União (TCU), à Procuradoria da República no Distrito Federal, e em especial à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia; produzir provas e ouvir os supostos autores do fato.
 

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play