Paraíba

Com plano que pode ser aplicado na PB, cidade paulista reduz covid-19 em 71%

A cidade foi projeto piloto de vacinação em massa e a mesma ação poderá ocorrer em Sousa, no Sertão da Paraíba

Publicado em 28/06/2021 18:15 Atualizado em 28/06/2021 18:46
logo
Por Carlos Rocha
Com plano que pode ser implantado na PB, cidade paulista reduz covid-19 em 71%

Com plano que pode ser implantado na PB, cidade paulista reduz covid-19 em 71% (Foto: Reprodução/ YouTube - SBT Jornalismo)

Com  uma proposta de vacinação em massa, que pode ser impleantada também na cidade paraibana de Sousa como plano piloto, o município de Botucatu, em São Paulo, conseguiu reduzir em 71% os casos de Covid-19. 

O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, esteve na Paraíba este final de semana para cumprir agendas e também falar sobre o projeto com o governador do estado. A pauta do encontro, que ocorreu no último sábado (26), estava descrita da seguinte forma: adesão ao projeto para reorganização da rede, sendo a Paraíba protagonista do projeto-piloto, bem como projeto de pesquisa de vacinação.

O que se imagina é que esse projeto de pesquisa de vacinação seria o que já foi divulgado anteriormente pela Secretaria Estadual de Saúde, de tornar a cidade de Sousa, no sertão paraibano, um projeto piloto para a vacinação em massa da população adulta. Isso já acontece em outros municípios do país, como Botucatu, em São Paulo, com vacinas da Coronavac e da AstraZeneca.

Na cidade de Sousa seria feita essa vacinação em massa com as vacinas da Pfizer. Essa proposta foi levada no mês de maio porque tinha uma alta taxa de transmissão naquele período e também por ser uma região de referência no sertão do estado.

Botucatu

O município de Botucatu, no interior paulista, registrou queda de 71,3% nos casos de covid-19 em seus moradores seis semanas após iniciar a vacinação em massa na população. Os dados são de um estudo realizado com o apoio do Ministério da Saúde sobre a eficácia da vacina da AstraZeneca/Oxford, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Brasil.

O início do programa de vacinação em massa ocorreu na cidade no dia 16 de maio, quando 65 mil moradores foram vacinados em um único dia. Até o momento, cerca de 77 mil moradores receberam, pelo programa, a primeira dose da vacina, cuja segunda dose é aplicada após 90 dias. Botucatu tem cerca de 150 mil habitantes, dos quais 106 mil são maiores de 18 anos.

Além da queda no número de casos, as internações decorrentes da doença também apresentaram queda na cidade: 46% a menos. “As vacinas são doses de esperança para a população brasileira. A diminuição dos casos com a primeira dose já mostra bons resultados do estudo em Botucatu, que serve de base para o resto do país”, destacou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O estudo também investiga a eficácia da vacina contra as variantes da cepa original do novo coronavírus. No entanto, os resultados completos sobre o estudo ainda não foram divulgados.

Com informações de Agência Brasil

Leia também:

“Me enche de orgulho”, diz primo de William Bonner sobre se assumir gay

Tarifa dos trens na Paraíba terá reajuste e custará R$ 2,50

Prefeitura aplica segunda dose da Astrazeneca e Coronavac nesta terça-feira

Justiça Federal determina retificação de edital do concurso de Bayeux

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play