Paraíba

Com novo decreto, setor de Hospedagem e Alimentação prevê demissões

O Portal T5 conversou com o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (Seha-JP), que contou como a categoria recebeu o novo decreto

Publicado em 23/02/2021 15:20 Atualizado em 23/02/2021 16:22
logo
Por Redação Portal T5
Com novo decreto, setor de Hospedagem e Alimentação prevê demissões

(Foto: Secom/JP)

Com o aumento no número de casos de infecção por Covid-19, na Paraíba, o governador, João Azevêdo (Cidadania), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), e os secretários de gestões estaduais e municipais discutiram e divulgaram um novo decreto com medidas mais restritivas. O objetivo é conter o avanço da pandemia no estado.

Entre as novas medidas, foi decretado que bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência e estabelecimentos similares só poderão funcionar com atendimento presencial das 06h às 16h. Após isso, o funcionamento deve acontecer de forma tak way ou delivery.

Prevendo grandes prejuízos para o setor, o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (Seha-JP), Graco Parente, conversou com o Portal T5 e contou como os empresários receberam o novo decreto.

"Nós vemos o novo decreto com muita indignação", iniciou Graco. De acordo com ele, o setor "não contribiu para o aumento de casos de Covid-19" e, por esse motivo, não deveria ser penalizado com as medidas anunciadas pelo Governo.

O presidente do Seha de João Pessoa diz reconhecer que alguns estabelecimentos promoveram aglomerações e defendeu a penalização para àqueles que descumpriram o antigo decreto. Mas destacou que o todo não pode ser prejudicado por causa de alguns. "A gente reconhece que alguns estabelecimentos provomeram aglomerações do lado de fora e até acha justo que eles sejam multados. Mas por conta de alguns o todo não pode ser prejudicado", disse.

Graco Parente afirmou que o sindicato tentou diálogo com o governo estadual para um acordo que pudesse "dimunir os impactos da pandemia e salvar empregos", porém não foram atendidos.

Com o novo decreto, o Seha-JP prevê demissões no setor de Hospedagem e Alimentação da Grande João Pessoa.  E diz que a decisão do Governo "causa muita tristeza" para o Sindicato, tendo em vista os grandes impactos nas famílias e empresários da classe.


Veja também:

BBB 21

Envie sua sugestão de pauta para o Portal T5. Adicione nosso número no WhatsApp: (83) 9 9142-9330
Siga o Portal T5 no Facebook, Instagram e Twitter!

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar