Esportes

Com 22 medalhas, Brasil bate recordes de ouro em uma edição de Jogos Paralímpicos

O sábado ainda teve uma prata no parataekwondo com Débora Menezes, mais uma prata na canoagem com Giovane de Paula, um bronze no vôlei sentado feminino e cinco pódios no atletismo

Publicado em 04/09/2021 14:21
logo
Por Redação Portal T5
Este sábado (4) foi o penúltimo dia de jogos

Este sábado (4) foi o penúltimo dia de jogos (Imagem: divulgação/ocpboficial)

Com o penta no futebol de 5 conquistado sobre a Argentina e o primeiro lugar na canoagem com Fernando Rufino, o Brasil chegou a 22 medalhas de ouro nos Jogos Paralimpicos de Tóquio neste sábado (4) e, de quebra, bateu recorde de medalhas de ouro em uma edição dos jogos. 

O dia ainda teve uma prata no parataekwondo com Débora Menezes, mais uma prata na canoagem com Giovane de Paula, um bronze no vôlei sentado feminino e cinco pódios no atletismo. O paraibano Petrúcio Ferreira, campeão dos 100m, faturou bronze nos 400m.
O ponto triste do dia para o Brasil foi uma polêmica decisão do júri de apelação do atletismo que tirou o ouro conquistado na sexta por Thiago Paulino no atletismo, colocando o brasileiro como bronze no arremesso do peso F57 - ele protestou no pódio. 

Teve também uma derrota do Brasil na disputa do bronze do vôlei sentado masculino. Ainda assim, o país chegou a 71 medalhas e vai entrar no último dia com chances de igualar e até passar o recorde de 72 pódios da Rio 2016. O Brasil ainda pode levar um bronze no parataekwondo e medalhas na maratona no encerramento dos Jogos.
 

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play