Geral

Cliente tenta fazer pedido com nome de Bolsonaro e Burger King impede; saiba o porquê

O vídeo já tem quase 7 mil compartilhamento nas redes sociais.

Publicado em 17/10/2018 14:32 Atualizado em 26/11/2020 04:44
logo
Por Redação Portal T5
Cliente tenta fazer pedido com nome de Bolsonaro e Burger King impede; saiba o porquê

Circula nas redes sociais um vídeo de um cliente tentando fazer um pedido em uma das lojas da Burger King, rede multinacional de fast food, utilizando o nome de Bolsonaro, candidato do PSL à presidência da república.

Ao digitar o sobrenome do parlamentar no terminal de auto-atendimento, porém, ele é impedido de completar o pedido com uma mensagem que diz: “O nome ou termo digitado não é válido. Por favor, escreva novamente. O BK Brasil repudia todo e qualquer ato de discriminação racial, de gênero, classe social ou qualquer outro tipo. Nossa empresa preza pela igualdade e diversidade”.

Ainda no mesmo vídeo, o cliente digita o nome Lula, em referência ao ex-presidente do Brasil que está preso desde abril, e o pedido segue sem nenhum problema.

Sâmya Maia lança seu primeiro CD promocional em carreira solo; ouça

Nas redes sociais, o internauta se manifestou questionando a empresa sobre o caso. “Alguém do Burger King poderia se manifestar sobre isso? Ou sejam imparciais ou quem apoia Jair Bolsonaro não pisa mais nesse lugar!”.

Em duas postagens no Twitter, o Burger King justificou a restrição nos terminais de auto-atendimento. “Oi, Bruno. Tudo bom? Somos uma empresa apartidária onde todos são bem-vindos. Nossos terminais de auto-atendimento não permitem a utilização dos nomes dos candidatos relacionados à eleição presidencial atual, a fim de evitar ruídos e discussões em nossos restaurantes. Agradecemos o seu vídeo, e já bloqueamos outros nomes que podem ter associações políticas. Gostaríamos de reforçar que não apoiamos nenhum candidato ou partido, e que aqui todos são sempre bem-vindos!”.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play