Paraíba

Cícero mira preocupação com ocupação de leitos na rede particular, mas ameniza interdição de praias

Gestor também falou de reunião com líderes religiosos: "esclarecido".

Publicado em 19/02/2021 11:21 Atualizado em 19/02/2021 11:51
logo
Por Redação Portal T5
Cícero mira preocupação com ocupação de leitos na rede particular, mas ameniza interdição de praias

Em entrevista na manhã desta sexta-feira (19), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) falou sobre a chegada de um novo lote de vacinas na capital paraibana, que deve acontecer na próxima semana. Com o estoque sendo esgotado em razão da vacinação na cidade, a intenção é de dar agilidade e velocidade na aplicação de novos imunizantes.

“O papel da prefeitura nesse processo é de receber as vacinas destinadas pelo Governo Federal, distribuídas pelo governo do estado e aplicar. Estamos com a logística pronta e preparada para a quantidade que chegar em João Pessoa. Daremos agilidade, velocidade e trabalharemos com um serviço humanizado a exemplo do que já foi com aqueles de mais de 90 anos”, adiantou.

Cícero avaliou que a gestão continuará “procedendo acompanhando o processo determinado com as quantidades previstas pelo Ministério da Saúde”.

Restrições de acesso em outras cidades

Questionado sobre as tomadas de decisões em outras cidades paraibanas – como no Sertão, onde há determinação de funcionamento apenas de serviços considerados essenciais em alguns municípios, Cícero afirmou que acompanha com preocupação a ocupação na rede particular – onde há aumento no número de internações.

“Tenho que trabalhar sobre o que temos de concreto. Nós temos uma elevação muito grande no número de casos já preocupante nas área privada. Mas, a prefeitura, junto com o governo do estado nós estamos ampliando nossas UTI’s, nossos leitos de retaguarda, adquirindo novos equipamentos, formando equipes de profissionais para que, com fé em Deus, a gente não precise entrar num colapso”, exclamou.

“Agora, sem dúvida, essa é a limitação do poder público. A maior contribuição que pode ser dada é por você que está nos assistindo ou nos ouvindo. É mantendo o distanciamento social, usando máscara, lavando as mãos, gel a 70%. Ou seja, se nós como cidadãos dermos nossa contribuição com certeza o poder público está fazendo esse papel”, finalizou.

Avaliação com os líderes

Para Cícero, o entrave após declarações do secretário de saúde – que criticou a postura de algumas igrejas – foi solucionado. “Acho que foi demais esclarecido que ele fez aquele comentário até achando que aquilo era um culto não na cidade de João Pessoa. Mas, serviu para que todos nós tenhamos consciência de que você podemos fazer o nosso papel. Só se desloque se for necessário, evite aglomeração”, concluiu.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar