Paraíba

Cerca de 700 funcionários de empresas de ônibus têm contratos suspensos em CG

A ação acontece após a redução de viagens por conta da pandemia do novo coronavírus

Publicado em 16/04/2020 08:15 Atualizado em 26/11/2020 21:40
logo
Por Redação Portal T5
Cerca de 700 funcionários de empresas de ônibus têm contratos suspensos em CG

Cerca de 700 funcionários que operam o transporte público em Campina Grande tiveram seus contratos de trabalho suspensos. A medida foi anunciada nessa quarta-feira (15) e acontece após a redução de viagens por conta da pandemia do novo coronavírus.

Motoristas, fiscais, manobristas, mecânicos e pessoas do setor administrativo foram atingidos com a suspensão dos contratos, que foi decidida durante uma reunião por videoconferência entre o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sitrans) e a Federação Interestadual dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Nordeste.

A suspensão tem previsão de 60 dias e busca garantir que nesse período o funcionário não seja demitido. Ainda assim, não há garantia que o profissional será mantido na empresa quando voltar ao trabalho.

A decisão foi tomada com base na Medida Provisória do Governo Federal que estabeleceu um Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. A MP prevê que os trabalhadores que tiveram contratos suspensos podem receber o seguro desemprego. 

Veja também:

Divulgada lista de profissionais classificados para atuar contra a Covid-19 em João Pessoa

Auxílio Emergencial para beneficiários do Bolsa Família e cadastrados pelo app e site é pago nesta quinta (16)

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play