Paraíba

Caso Patrícia: suspeito do crime é transferido para presídio em João Pessoa

Jonathan passou 14 dias isolado na Central de Polícia

Publicado em 10/05/2021 15:15 Atualizado em 10/05/2021 16:16
logo
Por Redação Portal T5
Acusado e vítima

Acusado e vítima (Imagens: Reprodução / RTC / Arquivo Pessoal)

O principal suspeito pelo assassinato da jovem Patrícia Roberta, Jonathan Henrique, 22 anos, foi encaminhado à Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Róger, em João Pessoa. Ele cumpria quarentena, em razão da pandemia da Covid-19, na Central de Polícia. A informação foi confirmada ao Portal T5 por João Paulo Martins, secretário executivo da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (SEAP). A transferência foi realizada no último sábado (8).

Jonathan passou 14 dias isolado na Central. “No primeiro momento passará pelo período de reconhecimento e depois será destinado a algumas das celas da Unidade Prisional”, afirmou. O período deve ser de cinco dias. Até lá, o suspeito não terá contato com os demais presos.

Jonathan não falou publicamente antes ou depois da prisão a respeito do caso. Conforme a audiência de custódia – que transformou a prisão em flagrante em preventiva – ele é uma pessoa que já mostrou periculosidade latente, segundo a juíza Virgínia de Lima. Na ocasião, consta que ele afirmou morar só e que Patrícia estava no apartamento que ele reside. Tambepm confirmou uso de maconha, bebidas alcoólicas e LSD, mas que não se recorda com detalhes.

Clique aqui e saiba mais sobre o caso Patrícia Roberta.

O crime

O corpo de Patrícia foi encontrado no dia 27 de abril em avançado estado de decomposição em uma mata próxima a um condomínio em João Pessoa. Jonathan Henrique foi preso no fim da noite do mesmo dia. Ele é suspeito de assassinar e ocultar o cadáver da pernambucana de 22 anos.

Familiares denunciaram o desaparecimento após a jovem, que morava no município de Caruaru em Pernambuco, chegar a João Pessoa e interromper os contatos pelas redes sociais.

Veja imagens da prisão do suspeito:

Leia também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play