Futebol

Caso Gerson: polícia abre inquérito para investigar injúria racial

Delegacia de Crimes Raciais ouvirá atleta e outros envolvidos

Publicado em 21/12/2020 18:15 Atualizado em 21/12/2020 18:44
logo
Por Agência Brasil
Caso Gerson: polícia abre inquérito para investigar injúria racial

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu inquérito para investigar o caso de injúria racial sofrida pelo meia Gerson, do Flamengo, supostamente ocorrida durante jogo do Campeonato Brasileiro contra o Bahia, no último domingo (20), no estádio do Maracanã.

O jogador afirmou em entrevista após a partida que foi chamado de “negro” pelo meia-atacante colombiano Índio Ramírez.

O episódio teria acontecido no segundo tempo do jogo e acabou envolvendo o então técnico do Bahia, Mano Menezes, ex-treinador da seleção brasileira. Mano foi demitido após o jogo, vencido pelo Flamengo por 4 a 3.

Ao fim do jogo, Gerson acusou o técnico de ter sido negligente. Ramírez e Mano devem ser ouvidos pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância no âmbito da investigação, assim como Gerson.

“A equipe da Delegacia vai ouvir o atleta e outros envolvidos serão chamados para prestar depoimento na unidade policial a fim de esclarecer o fato”, informou a Polícia Civil em nota.

O Bahia decidiu afastar o jogador do elenco após o incidente, enquanto os fatos são investigados.

Além do inquérito policial, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) também deve apurar o caso.

Leia também:

Corpo de modelo desaparecida é encontrado na Paraíba; ex-namorado é preso

Câmeras flagram momento em que falso piloto é baleado na orla de João Pessoa

Morre a atriz Nicette Bruno, vítima de Covid-19

Marco Ricca recebe alta após internação por Covid-19

Homem sofre três paradas cardíacas após engasgo, no Litoral da PB

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play