Brasil

Brasil fica em 84º lugar em ranking mundial do IDH

Em novo índice ambiental, o Brasil melhora 10 posições

Publicado em 15/12/2020 18:45 Atualizado em 15/12/2020 19:09
logo
Por Agência Brasil
Brasil fica em 84º lugar em ranking mundial do IDH

(Foto: Reprodução/ YouTube- SBT Jornalismo)

De acordo com relatório divulgado nesta terça-feira (15) pelo Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (Pnud), da Organização das Nações Unidas, o Brasil perdeu cinco posições no ranking mundial do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e passou do 79º para o 84º lugar entre 189 países. O IDH brasileiro foi de 0,762, em 2018, para 0,765, em 2019.
 
Segundo o PNUD, os dados ainda não refletem o impacto da pandemia do novo coronavírus. O índice mede a saúde, a educação e o padrão de vida dos países. O líder do ranking é a Noruega (0,957), seguido por Suíça (0,955) e Irlanda (0,955). Os piores índices são de Níger (0,394), República Centro-Africana (0,397) e Chade (0,398) -  todos localizados no continente africano.
 
O país perdeu duas posições e ficou com o 6º melhor IDH entre os 12 países da América Latina. Na região, o Brasil está atrás de Chile (0,851), Argentina (0,845), Uruguai (0,817), Peru (0,777) e Colômbia (0,767).

Meio Ambiente

Em 2020, o Pnud apresenta uma variante experimental do IDH para incorporar dois outros elementos - emissões de dióxido de carbono e quantidade de recursos naturais utilizados nas cadeias produtivas dos países, proporcionalmente às suas populações.

O novo índice mostra a transformação que pode ocorrer no campo do desenvolvimento se o bem-estar das pessoas e a integridade do planeta forem considerados conjuntamente para definição do progresso humano. O novo indicador é chamado de Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado às Pressões Planetárias (IDHP).
 
Considerando os ajustes ao considerar as pressões ao planeta (IDHP), o Brasil fica na 74ª posição. No caso da Noruega, que lidera a lista com IDH em 0,957, ao fazer o ajuste para o IDHP, o país perde 15 posições. Estados Unidos caem 45 posições e a Alemanha, apenas uma. Por outro lado, países como Costa Rica, Moldávia e Panamá subiram pelo menos 30 posições.

Leia também:

Paraíba registra 817 novos casos de Covid-19 e 7 mortes nas últimas 24h

Advogado paraibano é indicado para presidência da ANS

Homem que teria provocado acidente que matou três pessoas da mesma família é encontrado morto, na PB

Justiça suspende aumento salarial para prefeito, vice e secretários em Patos

Ex-vereador é flagrado tentando arremessar entorpecentes para dentro de presídio na PB

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play