Televisão

Boninho é acusado de assédio por funcionários da Globo

Oito ex-câmeras do 'BBB' entraram em ação contra o diretor

Publicado em 30/09/2021 13:28 Atualizado em 30/09/2021 14:09
logo
Por Redação Portal T5
Boninho é acusado de assédio por funcionários da Globo

Boninho é acusado de assédio por funcionários da Globo (Foto: Reprodução)

Uma ação trabalhista movida por pelo menos oito ex-câmeras do 'Big Brother Brasil' veio à tona. Boninho, diretor do núcleo de realities da emissora é acusado de assédio moral. Os profissionais, que eram contratados por uma empresa terceirizada, alegam que eram submetidos a tratamentos humilhantes e grosseiros por parte do diretor.

De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', os trabalhadores afirmam que Boninho costumava gritar e ofender os colegas nos bastidores do reality show. Há relatos de intimidação e contato físico. 

Além das acusações de assédio moral, os profissionais criticam as condições de trabalho nos bastidores do 'BBB': "Eram submetidos a péssimas condições de higiene e de trabalho, pois tinham que trabalhar nove horas seguidas, em um corredor estreito e escuro, sem qualquer condição de higiene".

Há, ainda de acordo com a colunista, relatos sobre "as portas de emergência serem trancadas, o que inviabilizava eventual fuga do ambiente, sendo que eles trabalhavam próximos a bolos de fios, alguns desencampados, o que aumentava o risco ao qual eram submetidos".

A TV Globo nega veementemente todas as acusações: "As alegações da inicial são completamente inverídicas. Os reclamantes jamais sofreram qualquer tipo de humilhação por parte do diretor e, muito menos, foram submetidos a condições de trabalho inóspitas. Enfim, a inicial é repleta de inverdades", diz um trecho do documento da emissora.

A Globo pediu a extinção da ação, alegando, entre outras coisas, que os ex-funcionários não atribuíram valor aos pedidos realizados na petição inicial, tendo colocado apenas uma estimativa individual para acordo, além de prescrição da extinção dos contratos trabalhistas. Os advogados da emissora disseram, ainda, que os vídeos apresentados pelos profissionais  na Justiça - que mostram as condições insalubres do então local de trabalho - podem ter sofrido manipulações através de edições.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play