Geral

Ativista Greta Thunberg teve vídeo íntimo vazado nas redes sociais?

Publicado em 13/01/2022 15:12
logo
Por Carlos Rocha
Ativista Greta Thunberg teve vídeo vazado nas redes sociais?

Ativista Greta Thunberg teve vídeo vazado nas redes sociais? (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Começou a circular em grupos de whatsapp e perfis de redes sociais, desde o início do mês, imagens íntimas atribuídas à ativista Greta Thunberg. As publicações ganharam muita força entre grupos conservadores, que criticam a atuação de Greta que se mobiliza em favor da causa climática e ambiental.

O site especialista em checagens e-Farsas, procurou o especialista em deep fake, o jornalista Bruno Sartori, que analizou criteriosamente o vídeo e constatou que se trata de uma montagem. 

Deepfake é uma técnica de manipulação audiovisual na qual é possível se adulterar um vídeo com ajuda de inteligência artificial, permitindo, dentre outras coisas, a inserção do rosto de um político em um filme, por exemplo.

O vídeo de Greta saiu de um site chamado CelebJihad, conhecido por usar esse tipo de tecnologia para criar vídeos falsos de conteúdo adulto com rostos de celebridades. O e-Farsas constatou ainda que o vídeo falso teve como base uma filmagem de uma atriz pornô conhecida como Sweetie Pie.

Portanto, o vídeo que circula nas redes sociais é falso e não se trata da ativista Greta Thunberg.

Sobre Greta

Nascida em Estocolmo, capital da Suécia, Greta diz que ouviu sobre mudanças climáticas e aquecimento global pela primeira vez aos oito anos, durante aulas do ensino fundamental. Em entrevista à BBC, a garota conta que o assunto a abalou tanto que, aos 11, entrou em depressão profunda, deixando, inclusive, de ir ao colégio.

Seu pontapé inicial como ativista da causa climática aconteceu em agosto de 2018. Greta, na época com 15 anos, começou a faltar na escola parar protestar, todos os dias, na frente do Parlamento sueco. A ideia era manter a greve até o começo de setembro, quando seriam disputadas as eleições gerais do país.

Durante a Cúpula do Clima, na sede da ONU em Nova York, Greta falou a líderes de 60 países e os culpou por não fazerem nada para reduzir as emissões dos gases do efeito estufa. O vídeo viralizou na internet.

Apesar das críticas, Greta segue como uma das principais líderes dos movimentos contra a crise climática. A sueca acabou virando o símbolo da resistência jovem diante das mudanças climáticas que o jornal El País chamou de "Geração Greta".

Recentemente, a jovem chegou a citar o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PL), em suas redes sociais para criticar as ações do governo frente às pautas climáticas. Ela compartilhou uma matéria do jornal inglês “The Guardian” que fala sobre o corte do orçamento ambiental. 

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play