Geral

Atentados a duas mesquitas deixam quase 50 mortos na Nova Zelândia

Ao menos 20 pessoas ficaram feridas em estado grave após os ataques. Quatro pessoas foram presas até o momento

Publicado em 15/03/2019 Atualizado em 18/11/2020

Ambulâncias socorrem feridos em Christchurch
Ambulâncias socorrem feridos em Christchurch Foto: Rádio Nova Zelândia/AFP Photo

Duas

mesquitas foram alvos de atentados nesta sexta-feira (15) na cidade

de Christchurch, na Nova Zelândia. Os ataques aconteceram

simultaneamente e deixaram pelo menos 49 pessoas portas e 20 feridas em estado grave nos hospitais do país.

As

mesquitas são locais onde seguidores do islamismo professam sua fé.

Uma delas, localizada na região de Linwood, foi o principal alvo, já

que estava lotada de fiéis, com cerca de 300 pessoas. Segundo as

autoridades, um homem armado com um rifle começou a atirar sem

parar, utilizando a internet para fazer uma transmissão ao vivo do

massacre.

O

ataque aconteceu por volta das 13h30 (horário local) e 21h30

(horário de Brasília). Testemunhas informaram que o assassino

utilizava capacete, óculos e um casaco de cores militar, e teria ocorrido 15 minutos seguidos de tiros. Ao mesmo

tempo, uma mesquita localizada em Masjid Al Noor também teve

registros de tiroteio.

A

polícia prendeu ao menos quatro suspeito de participar dos ataques,

sendo três homens – entre eles um australiano – e uma mulher.

Porém, ainda existe a possibilidade de que outras pessoas estejam

envolvidas nos atentados.

Todas

as escolas da cidade foram fechadas assim que se teve notícia dos

casos. As autoridades também orientaram para que todas as mesquitas

da Nova Zelândia fossem fechadas temporariamente, por precaução.

Leia também:

Instituto emite alerta de chuvas com perigo potencial em 219 cidades da PB

Delegada interrompe velório e pede perícia em corpo de radialista que morreu em shopping de JP

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar