Paraíba

Artesã homenageia profissionais de saúde paraibanos vítimas de Covid-19

Rosa Flor construiu uma colcha de retalhos de mais de 2 metros com nomes de médicos, enfermeiros e técnicos que perderam a vida no combate à pandemia

Publicado em 23/01/2021 12:56 Atualizado em 23/01/2021 17:20
logo
Por Redação Portal T5
Artesã homenageia profissionais de saúde paraibanos vítimas de Covid-19

(Foto: Divulgação/Governo da Paraíba)

“Retalhos que conectam Vidas”. Além de tema do 32° Salão do Artesanato Paraibano, essa foi a ideia inicial da artesã Rosângela da Rocha para construir uma 'manta de Patchwork' (colcha de retalhos) em homenagem aos profissionais de saúde da Paraíba que perderam a vida por estarem na linha de frente contra o Covid-19. O desejo de valorizar os médicos, enfermeiros e técnicos ganhou forma através de uma colcha de retalhos de 2,3 metros.

Com a ajuda de outras artesãs, Rosa Flor - como é mais conhecida - conseguiu unir retalhos e conectar vidas. A vontade de fazer algo para "tocar o coração de algumas pessoas que não acreditam na existência da pandemia, que não respeitam e que não levam em consideração que muitos profissionais de saúde perderam a vida porque estavam trabalhando" fez com que Rosa criasse um dos trabalhos mais delicados e sensíveis da carreira.

A manta com mais de 2 metros é preenchida por 49 blocos e 164 corações. Em cada coração, o nome de um profissional que perdeu a vida no enfretamento à pandemia escrito à mão pela artesã. Até o fechamento dessa matéria, Rosa já tinha escrito, aproximadamente, 60 nomes. E ressaltou o desejo de não preencher todos os "espaços vazios".

Rosa Flor fez questão de contar que uma de suas inspirações para fazer a colcha de retalhos foi o secretário executivo de saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi. Ela disse que a forma com que Beltrammi pedia para que as pessoas se cuidassem e respeitassem as orientações dos órgãos mundiais de saúde foi fundamental na iniciativa de fazer a manta. Com isso, a vontade de mostrar para as pessoas a importância do cuidado e da prevenção se materializou e "foi muito além" da ideia inicial, afirmou a artesã.

Ainda hoje, exposta em alguns eventos virtuais e presenciais, a colcha de retalhos continua sendo "atualizada".

O 32° Salão de Artesanato Paraibano está sendo realizado de forma on-line através do site do evento e vai até o dia 7 de março.

Além de Rosa Flor, outras 12 artesãs que trabalham com as técnicas de fuxico e patchwork são homenageadas no 32° salão:  Mariland Filgueira de Araújo, Janaína de Souza Silva, Odaísa Aires da Silva, Creosvalda Silva Araújo, Maria Alves dos Santos, Ana Maria de Holanda Silva, Ana Maria Trigueiro Beserra, Maria do Socorro Costa, Honorina Cabral Figueiredo de Andrade, Elenilza França de Souza, Maria do Socorro dos Santos Leite e Izilda Firmina Pereira.


Leia também:

+ Avaliação aponta que 90% da cidades da Paraíba estão na bandeira amarela; entenda o por quê

+ Paraíba receberá 36 mil doses de vacina contra Covid-19 neste domingo (24)

+ Vigilante de supermercado de João Pessoa é alvejado com oito tiros

Envie sua mensagem para o Portal T5. Adicione nosso número no WhatsApp: (83) 9 9619-2096

Siga o Portal T5 no Facebook, Instagram e Twitter!

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar