Geral

Arcebispo de Natal pede desculpas após ser acusado de LGBTfobia; entenda o caso

Dom Jaime Vieira Rocha emitiu um pedido de desculpas por meio de nota oficial; confira

Publicado em 03/02/2021 14:16
logo
Por Redação Portal T5
Arcebispo de Natal pede desculpas após ser acusado de LGBTfobia; entenda o caso

(Reprodução/Redes sociais)

Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo metropolitano de Natal, no Rio Grande do Norte, pediu desculpas após negar entrevista a um jovem durante novenário na paróquia de Nossa Senhora da Piedade, na última segunda-feira (1°).

No vídeo que viralizou nas redes sociais, Dom Jaime aparece ao lado do rapaz esperando a entrevista. Logo em seguida, quando o jovem começa a falar, entusiasmado, o arcebispo olha para ele com uma expressão assustada. Depois, o bispo se nega a falar com ele, justificando que "o mundo está complexo". E questionou: "Vocês estão me usando para me ridicularizar?".

Ainda sem entender, o jovem da Pastoral de Comunicação da paróquia pergunta se o religioso prefere falar sozinho. No vídeo, ainda surge uma terceira pessoa que tenta convencer o bispo de conceder a entrevista. Ele aceita porém exige que o jovem entrevistador não fique ao seu lado.

Depois que as imagens começaram a circular na web, internautas acusaram o bispo de LGBTfobia – ódio ou rejeição a lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. "Um mundo cheio de gente preconceituosa em posição de poder. Infelizmente", escreveu um internauta.

Em nota, o arcebispo pediu desculpas pelo comportamento. Leia o documento na íntegra:

“Em virtude de polêmica suscitada em redes sociais, venho através desta, como já fiz pessoalmente por telefone, pedir desculpas se posso ter causado algum inconveniente aos irmãos dessa amada paróquia no âmbito das relações interpessoais, na noite desta segunda-feira, 01 de fevereiro, após a última novena da Festa de Nossa Senhora da Piedade. Quem me conhece sabe que não é do meu caráter e se afasta dos ensinamentos cristãos, que há 46 anos tenho por missão difundir e levar a quantos queiram ouvir, causar qualquer tipo de constrangimento ou desqualificar quem quer que seja.

Ao agente Ricardo Sérgio e demais membros daquela equipe da Pascom [Pastoral da Comunicação], meu pelo importante trabalho que desempenham, bem como todas as equipes da Pastoral da Comunicação em nossas paróquias, especialmente, durante este período da pandemia, proporcionando que os fiéis possam participar das missas e demais celebrações, mesmo de forma virtual. Que Deus os recompense pelo zelo missionário e evangelizador, por meio da comunicação. Deus os favoreça”.

Veja também:

  • Envie sua mensagem para o Portal T5. Adicione nosso número no WhatsApp: (83) 9 9142-9330
  • Siga o Portal T5 no Facebook, Instagram e Twitter!

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play