Paraíba

Anunciada retomada das aulas presenciais em escolas particulares de João Pessoa

O prefeito da capital anunciou que assinará decreto que autoriza o retorno às aulas presenciais nas instituições, desde que sejam cumpridos todos os protocolos sanitários

Publicado em 15/01/2021 19:00 Atualizado em 15/01/2021 19:49
logo
Por Carlos Rocha
Anunciada retomada das aulas presenciais em escolas particulares de João Pessoa

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, se reuniu, na tarde desta sexta-feira (15), com membros do Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba. Na reunião, o gestor anunciou que assinará decreto que autoriza o retorno às aulas presenciais nas instituições, desde que sejam cumpridos todos os protocolos sanitários.

“Educação para mim não é só prioridade, ela é essencial. Vamos esgotar os esforços para fazer da melhor forma possível”, destacou o prefeito. “Pautados pela ciência e pelo entendimento dos especialistas, decidimos autorizar a retomada das aulas, preferencialmente de forma mista, em todos os segmentos, devendo ser seguidos todos os procedimentos sanitários”, anunciou.

De acordo com o médico sanitarista Fernando Chagas, as escolas privadas já seguiam protocolos baseados na diminuição da quantidade de alunos por sala, atividades remotas e exigência de máscara. “Entendemos que os atuais índices de transmissibilidade e de internação que temos em João Pessoa não são altos ao ponto de mantermos essa restrição. Nada mais justo que proporcionar aos profissionais e às crianças que voltem as atividades de forma mista, contanto que sigam rigorosamente os protocolos de segurança”, explicou.

O procurador-geral do Município, Bruno Nóbrega, afirmou que um novo decreto será publicado até a próxima segunda-feira (18). “Vamos revogar o decreto vigente e editar um novo que libera o retorno de forma híbrida, que dê a opção da aula presencial ou online a depender do entendimento dos pais. Vamos averiguar junto à Secretaria Municipal da Saúde os requisitos a serem cumpridos pelas escolas”, ressaltou.

O presidente do Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba, Odésio Medeiros, afirmou que a categoria recebeu a decisão com muita alegria. “Era uma questão de sobrevivência e todos estão muito felizes com a sensibilidade do prefeito. Foi um encontro muito positivo”, avaliou.

Participaram da reunião o vice-prefeito da Capital, Leo Bezerra; a secretária municipal da Educação, América Castro; o diretor do Procon-JP, Rougger Guerra; e os vereadores Marcílio e Elisa Virgínia, presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de João Pessoa.

Leia também:

Paraíba se aproxima dos 176 mil casos de infecção por Covid-19

Luciano Huck divulga ação contra governo Bolsonaro

FPF define novo formato para o Campeonato Paraibano; saiba como ficou

Vídeo: câmeras registram momento em que mulher abandona recém-nascido em calçada na PB

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play