Brasil

AGU pede ao STF para Pazuello poder ficar em silêncio em depoimento à CPI

A medida foi tomada após os depoimentos do ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten e do presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres

Publicado em 13/05/2021 19:45 Atualizado em 13/05/2021 19:51
logo
Por Carlos Rocha
AGU pede ao STF para Pazuello poder ficar em silêncio em depoimento à CPI

Com depoimento previsto para o próximo dia 19 de maio, o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, poderá manter silêncio durante a sessão. Tudo porque, de acordo com a Folha de S. Paulo, a Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou habeas corpus ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que pede autorização para Pazuello se manter em silêncio na CPI da Covid no Senado.

Além de pedir a manutenção do silêncio do ex-chefe da pasta, a AGU pede que ele compareça para à sessão acompanhado de um advogado. Essas medidas foram tomadas após os depoimentos do ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten e do presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres.

Wajngarten e Barra Torres foram considerados os depoimentos que mais desgaste causaram ao governo do presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Leia também:

Instituição internacional oferece bolsas de estudo com visto para trabalhar no Canadá

Paraíba tem 7.150 mortes por Covid

Paraíba não recebe doses da CoronaVac; saiba o porquê

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória; veja novo calendário

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play