Paraíba

Açude de Boqueirão, na Paraíba, volta a receber águas da transposição

O reservatório encontra-se atualmente com 36% da capacidade total.

Publicado em 17/09/2021 11:46 Atualizado em 17/09/2021 12:37
logo
Por Redação Portal T5
Açude Boqueirão, no Agreste paraibano.

Açude Boqueirão, no Agreste paraibano. (Foto: Dennison Vasconcelos/RTC)

O Açude Boqueirão, localizado na cidade de mesmo nome, no Agreste do estado, voltou a receber águas da transposição do Rio São Francisco. Serão abastecidas 19 cidades e dois distritos da região de Campina Grande - segunda maior cidade da ParaíbaDe acordo com o sistema que opera o sistema, a validade da chegada das águas se estenderá ao menos por 60 dias.

O reservatório encontra-se atualmente com 36% da capacidade total, o que significa 160 milhões de metros cúbicos. Além de garantir as expectativas da população produtora rural, o abastecimento possibilitará o consumo via Cagepa.

A vazão liberada deve ser em torno de 4 mil litros de água por segundo. As águas da transposição chegarão ao estado reabastecendo cidades que vivem momentos difíceis. A gerência da transposição fica a cargo da Agência Nacional das Águas (ANA).

Crise hídrica

Açudes que abastecem municípios do Brejo estão abaixo dos 5% da capacidade ou sem água, como é o caso dos reservatórios de Covão, em Areial; de Emídio, em Montadas, e de Manguape em São Sebastião de Lagoa de Roça.

Outros açudes como Canafístola II, em Borborema, tem apenas 1,68% de capacidade; Chupadouro II, em Serra Redonda, com 0,66%; Nova Camará, em Alagoa Grande, com 0,32%; Pirpirituba com 3,82%; Suspiro, em Serra da Raiz, com 4,45%; Vaca Brava, em Areia, com 0,28%, e Jandaia, em Bananeiras, com pouco mais de 5%.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play