quinta-feira, 28 de maio de 2020
Busca

Política

Política

Justiça determina que Berg Lima se afaste novamente da prefeitura de Bayeux

Berg é alvo de uma denúncia do Ministério Público.

Por Redação Portal T5

18h22 - Atualizado 20/05/2020 às 19h52
Berg Lima
Berg Lima Foto: Reprodução / Internet

Uma sessão realizada por videoconferência nesta quarta-feira (20) resultou no afastamento do prefeito de Bayeux, Berg Lima. A ação acontece após a Justiça acatar a denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB) no processo onde o gestor é acusado de contratar servidores fantasmas para a prefeitura no ano de 2017.

A relatoria da decisão é do desembargador Joás de Brito. Ele, no entanto, descartou o pedido de prisão preventiva que acompanhava a denúncia.

O afastamento, contudo, está garantido para “garantia da ordem pública e do erário municipal”.

Ainda segundo a Justiça, a permanência de Berg no cargo poderia “reiterar condutas ilícitas” e atrapalhar o andamento do processo.

Entre os desembargadores presentes, a única que se mostrou contrária a decisão foi Maria das Graças.

Confira a sessão

Em nota, a defesa de Berg se mostrou surpresa com a decisão. Confira o texto na íntegra

"A defesa do prefeito Berg Lima foi surpreendida pelo julgamento do tribunal de justiça que, na data de hoje, determinou o afastamento cautelar do prefeito em sede de recebimento de denúncia.

A estupefação com o entendimento do tribunal de justiça se deve ao fato da própria denúncia do ministério público não requerer o afastamento cautelar do prefeito. Outrossim, a acusação quanto a existência de funcionários fantasmas foi rechaçada pela defesa com a apresentação das folhas de frequência, e nomeações, cuja validade não foi desconstituída em nenhum momento pela justiça de Bayeux.

Registra-se ainda que todos os precedentes sobre a matéria, tanto do superior tribunal de justiça, como do supremo tribunal federal, são favoráveis a tese de defesa no que tange a atipicidade da conduta.

Desta feita, assim que for publicado o respectivo acórdão, o Prefeito Berg Lima tomará as medidas jurídicas cabíveis para restabelecer seu direito a exercer o mandato popular outorgado pelos bayeuenses".

Veja também: Teve o auxílio emergencial negado? MPF e Defensoria oferecem serviço para ajudar a recorrer

Cartão virtual do Caixa TEM pode ser usado em supermercados na Paraíba

+Regina Duarte deixa Secretaria de Cultura após 60 dias no cargo

+ Paraibano morre em queda de avião em São Paulo

+ Protestos contra ações de isolamento social são proibidos pela Justiça na PB

+ Segunda parcela do auxílio emergencial é paga para beneficiários fora do Bolsa Família

+ Bolsonaro cita prefeito de Campina Grande e faz piada com cloroquina e refrigerante

+ Paraibana espalha mensagens positivas em árvore durante pandemia

+ Recebeu auxílio de R$ 600 sem ter direito? Veja como devolver e evite problema

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.