terça-feira, 24 de novembro de 2020
Busca

Política

Política

Bolsonaro cita prefeito de Campina Grande e faz piada com cloroquina e refrigerante

Romero Rodrigues foi citado pelo presidente durante uma entrevista nessa terça (19)

Por Redação Portal T5

07h32 - Atualizado 20/05/2020 às 09h16
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, assinará o novo protocolo para a utilização da cloroquina nos casos de coronavírus nesta quarta-feira (20).

Durante uma entrevista, ao citar o prefeito de Campina Grande, na Paraíba, o presidente fez uma piada sobre o medicamento que defende o uso. A fala foi feita no dia em que o Ministério da Saúde mostrou que a Covid-19 já matou 17.971 pacientes em todo o país e que o Brasil já soma 271.628 casos confirmados.

Nessa terça (19), foram confirmadas 1.179 novas mortes por conta da doença nas últimas 24 horas.

Em entrevista ao jornalista Magno Martins, o presidente voltou a defender o remédio e ironizou quem não é a favor. Romero Rodrigues (PSD), prefeito de Campina Grande, foi citado pelo presidente durante a entrevista ao mencionar a possível ineficácia do medicamento. "Quem sabe, né? Pode ser que lá na frente digam que a cloroquina foi um placebo, ou seja, não serviu para nada. Mas, pode ser que daqui a dois anos digam 'olha, realmente curava'. E o Romero e eu não vamos ter o peso na consciência 'ó, morreu e podia ter salvo. Na minha consciência e do Romero não vai ter isso. E outra, toma quem quiser, quem não quiser não toma. "Quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda, Tubaína", disse.

Bolsonaro usa camisa de clube do interior paraibano durante live no Instagram

O município do Agreste paraibano adotou o protocolo que autoriza o uso da hidroxicloroquina em pacientes em estágios iniciais de Covid-19. Atualmente, Campina Grande possui 326 casos confirmados da doença.