segunda-feira, 30 de novembro de 2020
Busca

Política

Política

Calvário: Ricardo Coutinho, Arthur Cunha Lima e outros quatro são denunciados ao STJ

Foram denunciados o ex governador Ricardo Coutinho, o conselheiro afastado Arthur Cunha Lima e outras 4 pessoas, entre elas o advogado Diogo Mariz e o ex-procurador do Estado Gilberto Carneiro

Por Carlos Rocha

20h15 - Atualizado 18/11/2020 às 12h47
Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal denunciou ao Superior Tribunal de Justiça seis investigados de fazer parte de um suposto esquema para que as contas da gestão da Cruz Vermelha Brasileira no hospital de trauma de João Pessoa fossem aprovadas no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

A Cruz vermelha administrou a unidade de João Pessoa de 2011 a 2019. Foram denunciados o ex governador Ricardo Coutinho, o conselheiro afastado Arthur Cunha Lima e outras 4 pessoas, entre elas o advogado Diogo Mariz e o ex-procurador do Estado Gilberto Carneiro. A denúncia é um desdobramento Da última fase da Operação Calvário, deflagrada em outubro, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão na Paraíba em Brasília.

Arthur Cunha Lima está afastado desde dezembro do ano passado. Outro conselheiro afastado e também investigado na operação é Nominando Diniz, mas ele não foi denunciado.

A defesa de Ricardo Coutinho diz que ainda não teve acesso à denúncia. A defesa de Diogo Mariz diz que vai se pronunciar nos autos. Não conseguimos  contato com a defesa de Arthur Cunha Lima, nem de Gilberto Carneiro. O despacho do ministro Francisco Falcão intima os investigados a apresentar defesa em até 15 dias.

Leia também:

Mister morre em acidente de moto em rodovia no interior da Paraíba

Após 400 cirurgias, apresentadora atacada com ácido pelo ex faz desabafo

PRF e PM apreendem mercadorias sem documentação fiscal avaliadas em mais de R$ 300 mil no sertão paraibano

Parte de falésia da praia de Pipa desaba e mata três pessoas da mesma família