sábado, 28 de novembro de 2020
Busca

Política

Política

Acusado de lavagem de dinheiro, Lula vira réu em novo processo da Lava Jato

​Além do ex-presidente, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, também integram o processo.

Por Redação Portal T5

21h47
Lula
Lula Imagem: Reprodução

Em novo processo da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, se tornaram réus nesta sexta-feira (23) pelo crime de lavagem de dinheiro.

O Ministério Público Federal (MPF) informou que o crime envolveu doações da Odebrecht ao Instituto que leva o nome do presidente. A ção teria como objetivo disfarçar repasses no valor total de R$ 4 milhões. As transações supostamente irregulares teria acontecido entre os meses de dezembro de 2013 e março de 2014.

Além dos agentes citados acima, dois ex-diretores da construtora também se tornaram réus pelo mesmo crime.

Em resposta, a defesa de Lula afirmou que a decisão é um ato de perseguição. Além disso, informaram que a ação penal é descabida.

Leia também: Preço do gás de cozinha sobe nesta sexta (23) na Paraíba

Mais de 2 mil paraibanos podem consultar lote de restituição do Imposto de Renda

Câmeras flagram assalto a motoboy em João Pessoa; VÍDEO

Polícia troca tiros com bandidos durante a madrugada em João Pessoa