Paraíba, quarta-feira, 26 de junho de 2019
30° C
Busca

Política

Política

'Junto com Adjuto' explica como é feita a escolha de um ministro do STF

Na segunda edição do quadro", Daniel repercute frase do presidente Jair Bolsonaro e fala sobre a Suprema Corte brasileira

Por Redação Portal T5

07h26 - Atualizado 11/06/2019 às 07h33

Depois de analisar a possível soltura do ex-presidente Lula, Daniel Adjuto fala sobre o Supremo Tribunal Federal.

Você já deve ter se perguntado: como é feita a escolha de um ministro do STF? É só por indicação? Quais requisitos ele precisa ter para ocupar um cargo na Suprema Corte Brasileira? Estas perguntas foram respondidas nesta edição.

Daniel também aborda um outro tema que repercutiu bastante nos jornais e nas redes sociais. Recentemente, durante um evento em Goiânia, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a ausência de um ministro evangélico no Supremo.

Será que religião pode ser um critério na escolha de um juiz do STF?

Tudo isso você confere agora, de um jeito descomplicado, no Junto com Adjuto.

*Ei, pessoal! Uma pequena correção: a faixa de idade pra ser indicado a ministro do STF é de 35 a 65 anos, e não 75 como eu disse. Os 75 anos são o limite para atuar no Supremo. Depois disso, é obrigatória a aposentadoria. Desculpe pelo deslize!

SBT