Paraíba, quarta-feira, 24 de abril de 2019
30° C
Busca

Política

Política

SBT Brasil tem acesso ao conteúdo da medida que permite ensino domiciliar; confira

O texto deverá ser publicado nesta quinta-feira (10).

Por Redação Portal T5

00h00 - Atualizado 11/04/2019 às 07h17

O SBT Brasil teve acesso, com exclusividade, ao conteúdo da medida provisória que irá permitir o ensino domiciliar de crianças sem que elas precisem frequentar uma escola. o texto deverá ser publicado ainda nesta quinta-feira (10).

Segundo a apuração da equipe de jornalismo do SBT, os pais terão que apresentar ao Ministério da Educação um plano de ensino e a criança deverá passar por uma avaliação anual, realizada pelo MEC.

Os estudantes que forem reprovados por dois anos seguidos ou por três não consecutivos perderão o direito à educação em casa.

Além disso, também será obrigatória a comprovação de que a criança tem convivência comunitária e que não vive reclusa.

 Mudanças no alto escalão do MEC

 Um dia após a posse como ministro da pasta, Abraham Weintraub anunciou mudanças no comando de cinco das sete secretarias do Ministério da Educação.

No cargo se Secretário Executivo, o segundo mais importante da pasta, assumirá o também economista Antônio Paulo Vogel de Medeiros.

O administrador Rogrigo Cota foi nomeado como Secretário-executivo adjunto.

Na Secretaria de Educação Profissional e Tecnologia, assume outro economista, Ariosto Antunes Culau.

Para a Secretaria de Educação Básica, foi escolhido Jânio Endo Macedo.

Na secretaria de Educação Superior, outro economista, Arnaldo Barbosa de Lima Junior.

À frente da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior está agora o biomédico Silvio José Cecchi.

Ao agilizar a escolha dos novos nomes para a pasta, o ministro da Educação quer deixar para trás todas as polêmicas envolvendo o alto escalão desde o início do Governo Bolsonaro.

Contudo, os novos líderes da pasta trazem consigo um alerta: apenas um dos nomes indicados possui experiência na área da Educação.

SBT