sexta-feira, 15 de novembro de 2019
Busca

Política

Política

Vídeo: Bolsonaro avalia saída de Gustavo Bebianno e declara: "Desejo sucesso"

O vídeo foi encaminhado à imprensa após a exoneração ter sido confirmada pelo porta-voz da presidência.

Por Redação Portal T5

19h57 - Atualizado 18/02/2019 às 20h14
Imagem: Reprodução

"Comunico que, desde a semana passada, diferentes pontos de vista sobre questões relevantes trouxeram a necessidade de uma reavaliação. Avalio que pode ter havido incompreensões e questões mal-entendidas de parte a parte, não sendo adequado pré-julgamento de qualquer natureza.

Tenho que reconhecer a dedicação e comprometimento do senhor Gustavo Bebianno a frente da coordenação da campanha eleitoral em 2018. Seu trabalho foi importante para o nosso êxito. Agradeço ao senhor Gustavo pelo esforço e empenho quando exerceu a direção nacional do PSL e continuo acreditando na sua seriedade e qualidade do seu trabalho. Reconheço também sua dedicação e esforço durante o período que esteve no governo.

Como presidente da República comunico que, na data de hoje, tomei a decisão de exonerar o senhor ministro-chefe da Secretaria-Geral. Desejo ao senhor Gustavo Bebianno meus sinceros votos de sucesso em sua nova jornada".

As palavras do presidente Jair Bolsonaro (PSL) referenciam a exoneração do então ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, oficializada no início da noite desta segunda-feira (18) pelo porta-voz da presidência da república, Otávio do Rêgo Barros.

A ação aconteceu durante uma entrevista coletiva à imprensa. Antes disso, o vice-presidente Hamilton Mourão declarou que a exoneração de Bebianno seria, de fato, confirmada ainda nesta segunda pelo Palácio do Planalto. "Esse anúncio está previsto, de hoje não passa", enfatizou.

Quando perguntado sobre o porquê da exoneração não ter sido publicada no Diário Oficial da União, o vice-presidente informou que não possui detalhes. "Eu acho que o presidente estava aguardando alguma coisa", disse.

Em entrevista ao Broadcast, Bebianno declarou que está recebendo ameaças pelo WhatsApp. Elas teriam iniciado neste fim de semana, depois que o imbróglio envolvendo o nome dele e o governo Bolsonaro se agravou. O agora ex-ministro não deu mais detalhes sobre as ameaças, mas falou a interlocutores que já identificou algumas pessoas e que vai tomar previdências.

A exoneração de Bebianno se dá após ele ser identificado como peça articuladora de um esquema de candidaturas laranjas do Partido Partido Social Liberal (PSL) no qual foi presidente entre os meses de janeiro e outubro de 2018.

Confira o vídeo gravado por Bolsonaro:

Leia mais sobre o assunto: Bebianno diz que se arrependeu de apoiar Bolsonaro: 'Fraco'


Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.