Paraíba, quarta-feira, 21 de agosto de 2019
30° C
Busca

Política

Política

Maia determina a criação de CPI para investigar rompimento de barragem

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) também leu em plenário o pedido de criação de CPI para apurar as causas da tragédia de Brumadinho.

Por Redação Portal T5

10h31

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as causas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), que ocorreu no último dia 25 de janeiro.

O despacho foi publicado nesta terça-feira (12). A criação da CPI deve ser lida em plenário. Cumprida esta etapa, abre-se prazo para que líderes façam a indicação de nomes para integrar o colegiado.

De acordo com as autoridades locais, o rompimento da barragem de Córrego do Feijão provocou a morte de pelo menos 165 pessoas. Ao todo, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, 155 pessoas ainda estão desaparecidas.

O regimento interno da Câmara prevê que apenas cinco CPIs podem funcionar simultaneamente na Casa.

Ontem, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu em plenário o pedido de criação de CPI no Senado com o mesmo objeto da Câmara – apurar as causas do rompimento de uma barragem em Brumadinho.

A leitura é o último passo para a criação da CPI. A comissão será considerada criada, contudo, somente após publicação no "Diário Oficial do Senado Federal".