segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Busca

Política

Política

Bolsonaro fala pela primeira vez sobre saída de Lula

Decisão do STF foi motivo de protestos em mais de 100 cidades do Brasil

Por Redação Portal T5

08h16

A decisão do Supremo Tribunal Federal que permitiu a saía do ex-presidente Lula da prisão foi motivo de protestos em mais de 100 cidade de todo o país. As manifestações foram organizadas pelos movimentos Vem pra Rua e Brasil Livre, em São Paulo milhares de pessoas se concentraram na Avenida Paulista.

Em Campinas, interior de São Paulo, manifestantes se reuniram mesmo com a chuva. Em Brasília, o Congresso Nacional e alguns prédios públicos receberam reforço na segurança e foram cercados por grades de proteção, o protesto invadiu o gramado da Esplanada dos Ministérios, tendo reunido milhares de pessoas.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse, por meio de redes sociais, que não irá responder criminosos.

Já o deputado Eduardo Bolsonaro, também por meio das redes sociais, lamentou o que chamou de "impunidade" com a libertação de "milhares de criminosos", e ainda disse que vai trabalhar para que a proposta da emenda que autoriza a prisão em segunda instância seja aprovada no parlamento, mas reconheceu que seria difícil fazer isso ainda esse ano.

O presidente Jair Bolsonaro passou o sábado (9) em Brasília para comemorar o aniversário do general Vilas Boas. Sem citar nomes e um dia após a libertação de Lula, o presidente usou as redes sociais para comentar a decisão que permitiu a saída do ex-presidente.

O comentário foi reforçado durante uma rápida conversa com jornalistas: "Nós não vamos dar espaço, nem contemporizar com presidiário. Ele tá solto, mas com todos os crimes deles nas costas".

Veja mais:

Adolescente fica ferido na cabeça, após ser agredido por três pessoas, em João Pessoa

SBT